(Fonte da imagem: Divulgação/Lang&Heyne)

Se você acha que é difícil encontrar animais que ainda contenham grandes presas de marfim andando sobre a Terra, o que dizer, então, sobre achar esse material em criaturas que já morreram há milhares de anos? Por mais árduo que possa ser obter esse tipo de presa, o feito não é impossível.

A empresa Lang & Heyne, que cria joias e objetos manufaturados em ouro, construiu 25 relógios feitos com o marfim de grandes mamutes que foram encontrados no solo de geleiras russas. Os animais estavam em perfeito estado de conservação, uma vez que permaneceram dentro do gelo por mais de 10 mil anos.

De acordo com o site Born Rich, o marfim utilizado nos relógios não é meramente um adereço decorativo. O raro material foi incorporado nas estruturas internas e nos demais componentes mecânicos do esnobe marcador de horas. A estrutura “marfínica” pode vir nos modelos "Friedrich August I" e "Johann von Sachsen", dependendo da preferência do novo dono.

Se alguém se interessou, basta acessar o site da Lang & Heyne e encomendar o seu, que não sai por menos de € 33.300 (algo em torno de R$ 85 mil, de acordo com a cotação de hoje).

Fonte: Born Rich