"Só vim pra acariciar" (Fonte da imagem: Reprodução/The Snuggery)

Sabe aqueles momentos em que você se sente sozinho, triste ou angustiado e tudo o que você queria era receber um abraço de alguém? Graduada em Ciências Cognitivas e Cerebrais, Jacqueline Samuel viu nessa carência um nicho de mercado e decidiu abrir uma empresa para vender serviços do gênero.

Por “apenas” US$ 60 por hora (o equivalente a R$ 120), você pode receber abraços, afagos e carícias sem conotação sexual. Ela acredita que há muitos momentos na vida em que um simples afago pode ser a solução para muitos dos problemas modernos.

De acordo com estudos descritos no site da The Snuggery, sua empresa, a ausência do toque deixa as pessoas mais agitadas e agressivas, tanto verbal quanto fisicamente. Nos Estados Unidos, país onde Jacqueline atende, o índice de carícias é menor se comparado com países da Europa, África, Ásia e América do Sul.

Para os engraçadinhos que surgem com propostas sexuais, a moça garante: não há nenhum tipo de contato sexual envolvido. “Embora a atividade sexual não seja permitida durante as sessões, a excitação é perfeitamente normal e você não deve se sentir desconfortável caso isso aconteça”, explica Jacqueline no FAQ do site.

Fonte: The Snuggery