Próxima Parada: Irlanda - confira os encantos da ilha mais ruiva do planeta
249
Compartilhamentos

Próxima Parada: Irlanda - confira os encantos da ilha mais ruiva do planeta

Último Vídeo

Você está prestes a fazer uma viagem para um país pequeno, frio, verde, cheio de gente ruiva e de verdadeiros adoradores de cerveja e whiskey. Antes de apertar os cintos de segurança, recomendamos que você dê o play e viaje do jeito certo: entrando no clima com a melhor música possível.

Você já sabe: estamos falando sobre a Irlanda, país pelo qual essa redatora que vos escreve tem verdadeira paixão. A primeira coisa que você vai sentir quando pisar em terras irlandesas é, sem dúvida, uma vontade imensa de chamar um tradutor que entenda o sotaque daquela gente. Eles falam inglês, sim, mas de uma maneira que você nunca aprendeu em escola alguma. Leva um tempo até que você se acostume, mas, depois de começar a entender o que diz aquele povo simpático, é só alegria.

Kiss me, I’m irish

Fonte da imagem: Shutterstock

Com pouco mais de 4,5 milhões de habitantes em todo o seu minúsculo território, a Irlanda pode ter mais atrações do que qualquer gigante imponente que se garanta em meio à crise econômica mundial. A verdade é que é praticamente impossível não gostar daquele país. De acordo com o Brasileiros no Mundo, a Irlanda abriga 15 mil nativos de terras tupiniquins.

A brasileirada não só tomou conta da Irlanda como isso é realmente perceptível lá. Aumentam os números de restaurantes, mercados e serviços especializados em atender os brazucas. Em Dublin, capital do país e alvo de milhares de turistas e intercambistas do mundo todo, você vai conviver com uma salada de idiomas, e não se espante se, em uma simples ida ao mercado, você ouvir gente falando em mandarim, espanhol, alemão... É assim mesmo.

A Irlanda é um país seguro?

Fonte da imagem: Reprodução/RTE

Uma das primeiras perguntas que qualquer pessoa faz quando decide conhecer outro país é a respeito da segurança do lugar. Nesse sentido, não tenha receio de escolher a Irlanda, que é considerada o sexto país mais seguro do mundo. O policiamento lá é completamente eficiente, tanto que os policiais são amigáveis e nem sequer andam armados. Aliás, polícia, na Irlanda, se chama Garda.

O que tira um pouco o sossego dos turistas em terras irlandesas é a presença de alguns grupos de pessoas conhecidas como knackers, cuja principal diversão é atazanar a vida de estrangeiros desprevenidos. Eles não chegam a cometer grandes delitos, mas são capazes de roubar e bater.

Nota: eu morei em Dublin em uma região considerada perigosa pelo grande número de knakcers e nunca tive problemas com eles. Por outro lado, tenho amigos que não tiveram a mesma sorte. Na dúvida, apenas evite andar sozinho de madrugada e não aceite provocações.

Culturalmente falando

Se você gosta de música celta, sem dúvida alguma a Irlanda é um lugar e tanto para você aproveitar esse tipo de som. Lá, há muitos artistas de rua – muitos mesmo! – e você vai poder ver apresentações de altíssima qualidade, principalmente no quesito musical da coisa.

Aliás, esses artistas de rua são conhecidos como buskers e estão espalhados por toda a cidade, mas localizados principalmente na Grafton Street, a rua comercial mais famosa de Dublin, que fica bem no centro da cidade.

Os irlandeses gostam muito de música, dança e, claro, de beber. A Irlanda é o oitavo país mais beberrão do mundo! Dizem que o costume de se reunir em pubs e encher a cara já é muito antigo; afinal, por ser um país muito frio – no verão, dificilmente os termômetros passarão dos 18 ºC –, o ato de se reunir em lugares fechados acabou combinando com uma bebida “para esquentar”. E assim é até hoje.

Sláinte!

Fonte da imagem: Shutterstock

Há pelo menos quatro bebidas bastante consumidas pelos irlandeses: em primeiro lugar, é claro, está a cerveja escura Guinness, fabricada na Irlanda – visitar a fábrica da Guinness deve estar entre as suas prioridades em Dublin, hein!; depois vem o whiskey, sendo que o da marca Jameson também é fabricado lá; a Baileys, que é uma bebida irlandesa mais adocicada e cremosa; e a cidra Bulmers, bastante consumida pelos nativos, mas não muito apreciada por quem é de fora.

Sucesso

Biblioteca da Trinity College Fonte da imagem: Shutterstock

Além dos inúmeros pubs – em Dublin são quase mil –, a Irlanda tem também grandes representantes de outras áreas, como a Literatura, na qual nomes como o de Oscar Wilde, James Joyce, Samuel Beckett não podem faltar. O país se destaca também na Música, sendo que a banda U2 é a mais famosa, além, é claro, de nomes como os de Lisa Hannigan, Damien Rice e Ryan Sheridan. Na dança, o destaque fica para o River Dance, que deixa qualquer um de boca aberta.

O livro “Ulisses”, escrito por James Joyce, narra um dia na vida do personagem principal, Leopold Bloom, em quase mil páginas. Dizem que o livro descreve Dublin tão bem que, se a cidade sumisse, seria possível recriá-la apenas com as descrições de Joyce. Fãs do livro comemoram o Bloom’s Day todo dia 16 de junho, em homenagem a Leopold Bloom. Em Dublin, pessoas se reúnem para percorrerem os caminhos descritos por Joyce em seu livro.

Falando em livro, que tal emprestar seu “Ulisses” na Trinity College, a maior e mais famosa universidade da Irlanda? Ela fica no centro de Dublin, que recebeu o título de Cidade Literária da UNESCO em 2010, aliás. Na Trinity, visite a biblioteca e se encante com a imensidão e beleza do lugar. Você vai se sentir em um filme, sem dúvidas.

Saint Patrick’s Day

Fonte da imagem: YouTube

A festa mais conhecida da Terra das Esmeraldas acontece no dia 17 de março, dia de São Patrício, padroeiro da Irlanda. Segundo a história mais popular contada a respeito, São Patrício livrou a Irlanda das cobras e, desde então, protege a ilha. Na verdade, nunca houve cobras na Irlanda, mas ai de quem disser isso por lá.

As comemorações de São Patrício atraem turistas do mundo todo, lotando os hotéis de Dublin e deixando a cidade com uma cara de Carnaval. Há desfiles, festas, premiações e, claro, todo mundo veste as cores da Irlanda: laranja e verde tomam conta das ruas, dos rostos, dos chapéus, do país inteiro.

E é bom que você use alguma coisa verde no dia de São Patrício, hein! Se tem uma coisa na qual irlandês acredita é em superstição. A palavra “sorte” é facilmente ouvida por lá. Só para você ter ideia, há até mesmo um museu do duende da sorte em Dublin, pertinho do Temple Bar, região dominada por pubs e restaurantes.

A Irlanda é incrível!

Fonte da imagem: Shutterstock

Além de toda a diversidade cultural, literária e musical, a Irlanda é um país de gente que ganha bem. O salário mínimo de lá é equivalente a R$ 43.900,00 por ano, o que coloca o país com o terceiro maior salário mínimo do mundo. Não é à toa, então, que as coisas parecem dar certo por aquelas bandas.

Como se não bastasse, uma lista divulgada recentemente, com as cidades mais amigáveis do mundo, classificou três locais da Irlanda entre os 20 primeiros lugares. Dublin ocupa a 13ª posição. Outra dica válida sobre a Irlanda: o interior do país é repleto de estradas verdes, campos e vários penhascos incríveis!

E aí, o que você achou desse país cheio de curiosidades? Ficou com vontade de conhecer? Se você ainda não pode largar tudo e se mandar para a Irlanda, pelo menos pode assistir a alguns filmes bem interessantes e que se passam lá. Entre os títulos que sugerimos estão “Leap Year – Casa comigo”, “Once”, “The Commitments – Loucos pela fama” e “Em nome do pai”. Boa viagem e até a nossa Próxima Parada!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.