15 produtos que herdaram seus nomes de alguma marca famosa
2.226
Compartilhamentos

15 produtos que herdaram seus nomes de alguma marca famosa

Último Vídeo

Preste atenção quando você for fazer a sua próxima lista de compras! Você vai perceber que, em vez de anotar itens como “goma de mascar”, “fermento em pó” ou “lâmina de barbear”, provavelmente escreverá o nome de marcas famosas que acabaram se tornando sinônimos de diversos produtos. Ou você vai dizer que não lembrou de cara de outros nomes quando leu os artigos que mencionamos como exemplo?

Para provar isso, o pessoal do site Assuntos Criativos postou uma lista de produtos que herdaram seus nomes de marcas famosas, e nós selecionamos 15 deles — enumerados abaixo com seus nomes verdadeiros — para você conferir:

1 – Esponja de lã de aço

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia

Pode confessar! O primeiro nome que vem à sua mente para descrever o produto acima é... “Bombril”, não é? Pois, na verdade, esse é o nome de uma linha inteira de produtos de limpeza, que inclui detergentes, sabão em barra, amaciantes de roupas etc.

2 – Leite em pó

Fonte da imagem: Reprodução/Nestlé

Outro artigo que acabou se transformando em sinônimo de toda uma classe de produtos é o famoso “Leite Ninho”. Isso porque, no passado, não havia muita concorrência contra as icônicas latas amarelas, e até hoje relacionamos o nome da marca quando vamos comprar leite em pó.

3 – Lâmina de barbear

Fonte da imagem: Reprodução/Gillette

Vai dizer que você não se refere ao produto acima como “Gillette”! Na verdade, esse é o sobrenome do inventor das lâminas de barbear — o norte-americano King Camp Gillette —, que desenvolveu o produto, mais barato e prático do que as antigas navalhas, no final do século 19.

4 – Goma de mascar

Fonte da imagem: pixabay

Quando você vai comprar o produto acima, seja ele da marca que for, é muito provável que se refira a ele pelo nome de “chiclete”. Contudo, esse é um abrasileiramento da palavra Chiclets, que designa o produto criado pelo inventor norte-americano Thomas Adams no início do século 20.

5 – Curativo adesivo

Fonte da imagem: Reprodução/Band-Aid

Inventado por um funcionário da Johnson & Johnson em 1920, o Band-Aid era destinado a proteger pequenos ferimentos na pele. Mas o produto se tornou tão popular que acabou se transformando em sinônimo de “curativo adesivo” em todo o mundo, independente da marca.

6 – Leite condensado

Fonte da imagem: Reprodução/Nestlé

Eis um produto amado por todos e que faz parte da lista de ingredientes de um sem fim de receitas. Contudo, o “Leite Moça”, da marca suíça Nestlé, foi um dos primeiros a serem comercializados aqui no Brasil, tornando-se, portanto, sinônimo de leite condensado para muita gente.

7 – Macarrão instantâneo

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia

Que macarrão instantâneo que nada! Quando você está fazendo a sua lista de compras, com certeza se refere a esse produto como “Miojo”, não é mesmo?

8 – Hastes flexíveis

Fonte da imagem: pixabay

Inventadas por Leo Gerstenzang nos anos 20, as hastes flexíveis começaram a ser comercializadas aqui no Brasil pela Johnson & Johnson com o nome de “Cotonete”, que acabou pegando e sendo utilizado para designar todos os demais produtos desse tipo.

9 – Fotocopiadora

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia

A marca “Xerox” não só se tornou sinônimo de máquinas que realizam fotocópias como também dos documentos que replicamos com elas. Tanto que, aqui no Brasil, inclusive existe um verbo que designa essa ação: xerocar!

10 – Fita adesiva

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia

Fita adesiva é o nome original do bom e velho “Durex”, que foi lançado aqui no Brasil pela empresa de mesmo nome na década de 40, passando a designar todas as fitas semelhantes.

11 – Amido de milho

Fonte da imagem: Reprodução/pulsar design

Outro exemplo bem famoso de marca que acabou se transformando em sinônimo de produto em todo o mundo é o da “Maizena”. Aliás, há quem fique em dúvida na hora de reunir os ingredientes para uma receita qualquer e vê na lista o tal do amido de milho escrito e não a superconhecida maizena.

12 – Flocos de milho

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia

Consumido como cereal matinal por muita gente, o nome do alimento acima não é “Sucrilhos” não! Contudo, o produto da Kellogg’s acabou se tornando tão popular que a maioria das pessoas se refere aos flocos de milho dessa forma até hoje.

13 – Fermento químico em pó

Fonte da imagem: Reprodução/Assuntos Criativos

O “Royal” não é o nome daquele pozinho mágico que faz com que bolos e pães cresçam e fiquem fofinhos, mas sim da marca de diversos produtos comestíveis. O fermento químico em pó — produto pioneiro da Royal Baking Powder — foi lançado nos EUA em meados do século 19, e fez tanto sucesso que os inventores acabaram expandindo o negócio.

14 – Refratário

Fonte da imagem: Reprodução/Pyrex

Todo mundo se refere às formas e travessas acima como Pyrex, mas na verdade esse é o nome da marca criada no início do século 20 pela companhia norte-americana Corning Glass Works.

15 – Pão fatiado

Fonte da imagem: pixabay

O que dizer sobre o pão fatiado? Quando você anota esse produto na sua lista de compras, provavelmente se refere a ele como “Pão Pullman”, não é mesmo? Mas esse também é um nome que foi popularizado graças a uma marca famosa.

***

Se você parar para pensar, vai se lembrar de uma quantidade enorme de produtos que a maioria de nós conhece pela marca, como Confort, Pinho Sol, Danone, Caldo Knorr e Isopor. Assim, caro leitor, quais foram os itens dos quais você se lembrou e que não foram mencionados na matéria?

*Publicado originalmente em 20/06/2013.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.