Imagem do game Tom Clancys Ghost Recon: Future Soldier. (Fonte da imagem: Divulgação/Ubisoft)

Uma das facetas mais interessantes do mundo de Harry Potter está mais próxima de se tornar realidade. Os cientistas da Universidade Yonsei, na Coreia do Sul, obtiveram sucesso na criação de um material flexível capaz de tornar tudo o que está sob ele invisível. Até agora, esse tipo de “manto” era capaz apenas de ocultar objetos da mesma forma com a qual ele era constituído.

O efeito acontece com o uso de metamateriais, uma descoberta recente da ciência para criar elementos com propriedades não naturais a partir da manipulação de propriedades existentes em seus componentes. Trocando em miúdos, a invenção possui a capacidade de manipular a direção da luz a seu redor, tornando tudo o que está sob ela invisível.

Esse projeto, assim como tantos outros, começou a ser pesquisado com fins militares, em uma tentativa de criar camuflagens adaptativas ou equipamentos bélicos invisíveis. O problema, nesse caso, era a rigidez dos materiais utilizados — parece que agora mais essa barreira foi transposta.

Ainda falta muito, porém, para que os metamateriais efetivamente se transformem em um manto. Apesar da possibilidade de maleabilidade já ter sido comprovada, os componentes só são capazes de suportar uma variação de até 8 mm nas dimensões do objeto camuflado. Mas o caminho está pavimentado e é bem provável que o futuro reserve algo bem parecido com Harry Potter ou Tom Clancy’s Ghost Recon: Future Soldier.