76
Compartilhamentos

7 razões para os apaixonados por esportes visitarem a Nova Zelândia em 2017

Equipe MegaCurioso

Ninguém discorda que a Nova Zelândia tem paisagens espetaculares, ótima gastronomia, vinhos maravilhosos e várias opções de atividades ao ar livre. Mas em 2017 o país caprichou ainda mais nas opções para quem busca ver e viver aventuras radicais no esporte.

Se você sempre reserva um espaço na mala para roupas esportivas quando viaja, essa pode ser a chance de usá-las em grande estilo. Conheça sete motivos por que a Nova Zelândia vai ser o seu destino esportivo em 2017.

1.  9º World Masters Games

Uma das provas do World Master Games

O World Masters Games é conhecido como o maior evento de esportes do mundo e costuma receber mais atletas que os Jogos Olímpicos. As categorias incluem tiro com arco, atletismo, badminton, canoagem, ciclismo, surfe de resgate e levantamento de peso. A idade para participar em cada categoria vai de 27 a 35 anos. O evento acontece em Auckland de 21 a 30 de abril.

2. Audi Quattro Winter Games

Snowboarder "voando"

O Audi Quattro Winter Games é considerado um dos cinco melhores eventos esportivos de inverno do mundo e atrai competidores dos Jogos Olímpicos de Inverno, dos Jogos Paralímpicos e do X Games. Ele acontece de 25 de agosto a 10 de setembro em Queenstown, Wanaka e Naseby, onde os atletas competem em diversos estilos, como freestyle, snowboarding, esqui nos alpes e esqui cross-country. Confira um vídeo do evento:

3. Jogos de rugby da série British & Irish Lions

Durante os meses de junho a julho, a Nova Zelândia, casa do All Blacks — seleção favorita de rugby no mundo — recebe os jogos da série British & Irish Lions. A equipe do Lions jogará dez partidas, incluindo cinco jogos contra integrantes do Super Rugby, três contra membros do All Blacks e uma contra os Barbarians e os Maori All Blacks.

All Blacks

Os jogos acontecerão em Whangarei, Auckland, Hamilton, Rotorua, Wellington, Christchurch e Dunedin, sendo também a oportunidade perfeita para conhecer um pouco dessas cidades depois dos jogos. Aliás, fica a dia: não deixe de visitar a região vinícola de Central Otago, no interior de Dunedin.

4. True Food & Yoga

Para quem busca algo mais calmo, o True Food & Yoga pode ser uma boa opção para relaxar e cuidar do corpo. O espaço promove um estilo de vida ativo e saudável por meio de uma boa alimentação e da prática constante de exercícios físicos.

Vista privilegiada

Localizado em Auckland, o espaço ensina diversos estilos de yoga e conta com uma cafeteria, um spa, um profissional de quiropraxia e uma loja. Tudo sob o comando de Nic e Kelly, um chef renomado e uma professora de yoga com formação em reflexologia.

5. Vector Wero Whitewater Park

O Vector Wero Whitewater Park é o lugar certo para quem sempre quis praticar rafting, andar de caiaque ou fazer stand-up paddling (SUP). Localizado na cidade de Manukau, ao sul de Auckland, esse é o primeiro parque com o único rio e curso d'água artificiais do país, sendo o lugar perfeito para atividades aquáticas.

Via aérea do Vector Wero Whitewater Park

Inaugurado em abril de 2016, o local é administrado por Ian Ferguson, lenda do canoísmo olímpico da Nova Zelândia, que descreve as instalações como "o parque de correntezas mais incrível do mundo".

6. Ciclovia Alps 2 Ocean

A nova ciclovia Alps 2 Ocean está na lista da Lonely Planet de pedaladas épicas ao redor do mundo. Com 301 quilômetros, a trilha é uma aventura de vários dias em meio a paisagens cinematográficas que vão dos alpes do sul até os lagos alpinos e um vale com um rio que deságua no mar.

Paisagem espetacular

É possível acampar ao longo do caminho ou escolher uma das várias opções de hospedagem disponíveis, incluindo pensões e acomodações de luxo. Entre as opções cinco estrelas estão o Lakestone Lodge, inaugurado recentemente no Lago Pukaki, e o luxuoso Pen-y-bryn, localizado no fim da trilha costeira de Oamaru.

7. Rugby League World Cup

A competição promete

Este é o ano para os fãs de rugby na Nova Zelândia. O país também será coanfitrião do compeonato Rugby League World Cup 2017, juntamente com a Austrália e a Papua Nova Guiné. Os jogos acontecem de 27 de outubro a 2 de dezembro, onde 14 equipes jogarão 28 partidas ao longo de cinco semanas para competir pelo grande prêmio da liga internacional do rugby.

*Assessoria

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.