Rummu: um campo de trabalhos forçados transformado em praia paradisíaca
10
Compartilhamentos

Rummu: um campo de trabalhos forçados transformado em praia paradisíaca

Último Vídeo

A 40 quilômetro de Tallinn, capital da Estônia, é possível encontrar um lugar com carga cultural bastante atípica. Caso rume para lá hoje, o que você encontrará será um resort, incluindo uma belíssima praia com ruínas subaquáticas — um convite inescapável para qualquer praticante de mergulho.

Mas a atmosfere paradisíaca de Rummu tem um passado bastante distinto. Há algumas décadas, o local era, de fato, uma prisão e pedreira a céu aberto. No local, os condenados eram obrigados a trabalhar para as tropas da antiga União Soviética coletando calcário.

Depois de reconquistada a independência da Estônia em 1991, entretanto, o local acabou em completo abandono, tendo sido gradualmente inundado. Atualmente, a maior parte da prisão se encontra sob a água. Mas há ainda uma porção acima desta... Um belo trampolim para executar o tipo de salto que deixa um belo frio na espinha — dá até para fazer pose para a câmera aérea mais próxima (confira o vídeo).

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.