Aeroportos norte-americanos apostam em cadeiras de balanço
37
Compartilhamentos

Aeroportos norte-americanos apostam em cadeiras de balanço

Último Vídeo

Se você já viajou para os EUA, é bem provável que tenha reparado que, por lá, muitas salas de embarque em aeroportos têm cadeiras de balanço. O que você talvez não saiba é que isso não tem a ver apenas com uma questão de conforto.

O The Verge publicou um texto recentemente explicando a relação das cadeiras de balanço com os aeroportos da terra do Tio Sam. De acordo com a publicação, cerca de 40 aeroportos dos EUA têm cadeiras de balanço disponíveis aos passageiros nas salas de embarque.

Um dos responsáveis por isso é um cara chamado Champ Land, que, com a ajuda da esposa Jean, comanda a Thoutman Chairs, uma rede que vende cadeiras de balanço na Carolina do Norte, onde a nova tendência teve início.

Tradição

Por lá, as cadeiras são conhecidas por Kennedy Rockers, graças ao fato de que John F. Kennedy costumava sentar-se em cadeiras de balanço para aliviar dores nas costas. O político era apaixonado por cadeiras de balanço e as colocava em diversos cômodos não apenas de sua casa, como também de órgãos governamentais, como a Força Aérea.

As cadeiras utilizadas por Kennedy tinham um formato diferenciado. Elas eram altas e retas, com tiras de madeira que deixam a coluna reta e um acento mais curvado, para que a experiência fosse confortável. As cadeiras disponíveis nos aeroportos norte-americanos seguem esse mesmo modelo e são geralmente pintadas de branco.

Início

A tradição peculiar teve início em 1997, no Aeroporto Internacional Charlotte Douglas, quando uma exposição fotográfica mostrou uma série de fotos dessas cadeiras – à frente das imagens, havia cadeiras de verdade. Quando a exposição acabou, tanto as fotos quanto as cadeiras foram retiradas, o que deixou os passageiros chateados. “Nós não percebemos quão popular elas eram até que as retiramos de exibição”, disse Haley Gentry, responsável pela administração do aeroporto.

Desde então, as cadeiras de balanço se popularizaram não apenas no Charlotte Douglas, mas em diversos aeroportos do país. A ideia é, de fato, boa e inovadora, afinal aeroportos não são exatamente lugares relaxantes – o medo de perder o voo, a ansiedade pela viagem ou, ainda, o motivo dela podem deixar as pessoas nervosas. Nesses casos, sentar-se em uma cadeira de balanço parece ser realmente uma ótima ideia.

Outro lado positivo das cadeiras é o fato de que são fáceis de instalar e de retirar dos aeroportos, caso seja preciso. Além do mais, é uma maneira relativamente barata de melhorar um lugar cheio de pessoas apressadas, ansiosas e nervosas. Será que algum dia a tendência chega aos aeroportos brasileiros?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.