(Fonte da imagem: Thinkstock)

De acordo com a Reuters, um piloto canadense quase provocou um acidente aéreo grave ao confundir o brilho emitido pelo planeta Vênus com outra aeronave. O comandante, que ainda estava sob os efeitos do sono, acreditou que se encontrava em rota de colisão, realizando uma manobra que fez com que o avião mergulhasse em direção ao Oceano Atlântico.

De acordo com o relatório emitido pelo TSB — Comitê de Segurança no Transporte Aéreo do Canadá —, o voo transportava 95 passageiros e 8 tripulantes de Toronto a Zurique, na Suíça, e acabou com 16 pessoas feridas, sendo que 7 delas tiveram que ser hospitalizadas.

Segundo pesquisas realizadas no passado, metade dos pilotos admite dormir enquanto está no comando das aeronaves, e o fato de que um piloto tenha decidido dirigir o seu avião diretamente ao oceano em vez de correr o risco de se chocar contra Vênus só reforça a necessidade de revisão das regras da aviação civil.