Há 68 anos, a Alemanha assinava a sua rendição na Segunda Guerra Mundial
140
Compartilhamentos

Há 68 anos, a Alemanha assinava a sua rendição na Segunda Guerra Mundial

Último Vídeo

A foto que abre esta notícia, na qual você pode ver o Chefe de Operações do Alto-Comando da Wehrmacht, General Alfred Jodl (ao centro), acompanhado pelo Major Wihelm Oxenius (à esquerda) e pelo Almirante Hans-Georg von Friedeburg (à direita), mostra o momento em que os alemães assinaram os termos de rendição incondicional aos aliados no QG de Rheims, na França, dando fim à Segunda Guerra Mundial.

Esse momento histórico, que pôs um fim aos 6 anos de sangrentos conflitos na Europa, completou 68 anos esta semana. Apesar de a Alemanha ter assinado vários termos de rendição em 1945, foi esse retratado acima, exatamente no dia 7 de maio, que formalizou a entrega das Forças Nazistas de Adolf Hitler, pouco depois de o Fürher cometer suicídio durante a Batalha de Berlin, em 30 de abril.

Rendição incondicional

Fonte da imagem: ReproduçãoWWII History Image Gallery

Ao concordar com a rendição incondicional, os alemães abriram mão de qualquer garantia, inclusive das descritas pelas leis do direito internacional. Depois da assinatura dos termos, que ocorreu às 2:41 da madrugada do dia 7 de maio de 1945, as atividades e operações do exército alemão cessaram às 23:01 do dia seguinte.

A data ficou conhecida como “VE Day”, de Victory in Europe Day (ou Dia da Vitória na Europa, em tradução livre), e deu início a grandes celebrações na Europa e nos EUA, mas que foram especialmente grandiosas no Reino Unido, onde mais de 1 milhão de pessoas invadiram as ruas de Londres para festejar.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.