A amizade de um rinoceronte e um hipopótamo vai derreter o seu coração
526
Compartilhamentos

A amizade de um rinoceronte e um hipopótamo vai derreter o seu coração

Último Vídeo

Quando uma organização de resgate de animais selvagens recebeu uma chamada para socorrer um filhote de rinoceronte, eles não imaginavam o que iriam encontrar: o “bebê” era tão pequeno e fraco que não conseguia sequer mamar em sua mãe.

Segundo Karen Trendler, especialista em reabilitação, o animal não viveria por mais um dia naquelas condições. Ela explicou que ele pode ter nascido assim por causa da seca ou mesmo por um problema de placenta da mãe.

Animais resgatados se tornaram inseparáveis

A equipe levou o animal resgatado para um abrigo em KwaZulu-Natal, África do Sul, e sua primeira noite foi bem complicada. Sem muitas alternativas, Karen resolveu arriscar e juntar o pequeno filhote a outro animal resgatado havia pouco mais de uma semana: Charlie, um filhote de hipopótamo que havia sido abandonado pelos pais. Para a alegria de todos, os dois se ligaram de imediato e se tornaram inseparáveis.

A união dos dois foi acalentadora, já que o pequeno não poderia retornar para a sua mãe: “O vínculo entre mãe e filho envolve a amamentação. Sem o filhote por perto, o leite vai secar e a mãe, que já estava perdendo o interesse no filhote, não vai aceitá-lo”, informou Karen.

Charlie e Makhosi

Batizado de Makhosi, o rinoceronte e seu novo amigo hipopótamo tiveram uma nova chance e seu laço fez com que o processo de recuperação de ambos fosse ainda mais rápido. Mesmo com todos os esforços, a equipe ainda teme pela vida do pequeno filhote, já que ele não recebeu o colostro – leite materno com imunoglobulinas e nutrientes.

Animais brincam no centro de recuperação

Além de uma alimentação especial, a equipe do abrigo criou áreas para que os filhotes possam brincar e se desenvolver. Na página da organização é possível acompanhar o crescimento dos animais e fazer uma doação. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.