A Titanoboa era uma cobra de aproximadamente 12 metros de comprimento que pesava mais de uma tonelada. A monstruosa serpente habitou há 58 milhões de anos a região onde hoje é a localidade de Cerrejón, na Colômbia, um dos depósitos de fósseis mais importantes do mundo — devido a sua riqueza de materiais.

A Titanoboa mais parecia uma jiboia moderna, mas seu comportamento era bem próximo ao de uma Anaconda que vive na água. Cerrejón foi uma selva imensa e pantanosa, onde tudo era mais quente, mais úmido e maior do que é hoje. A cobra pré-histórica habitava esse pântano apenas alguns milhões de anos após a queda dos dinossauros.

Predadora temível, a Titanoboa era capaz de comer qualquer animal que cruzasse na sua frente. A parte mais grossa do seu corpo poderia chegar a 1 metro de altura, e a criatura poderia matar com uma pressão de 400 libras por polegada quadrada — o equivalente ao peso de três torres Eiffel.

Em um longo artigo publicado em seu site, a revista Smithsonian questionou quem venceria uma batalha pré-histórica: a gigantesca cobra ou o temível Tiranossauro, um carnívoro de 6,8 toneladas. Eles viveram em lugares diferentes e em épocas diferentes, mas isso não impediu o veículo de imaginar uma duelo épico.

No vídeo acima, a publicação faz uma comparação entre os dois animais e oferece uma possibilidade de vitória para cada lado. E para você, quem venceria essa disputa?