(Fonte da imagem: Reprodução/Wired )

De acordo com a BBC, não é só o cineasta norte-americano James Cameron que poderá observar criaturas marinhas que habitam as profundezas dos oceanos. O aquário Océanopolis, localizado na cidade de Brest, na França, desenvolveu um pequeno aquário capaz de manter alguns desses seres vivos que não resistiriam à pressão atmosférica da superfície.

O AbyssBox, como foi chamado, é uma espécie de tanque com apenas 16 litros e 180 bar de pressão, equivalentes à pressão encontrada a 1.800 metros de profundidade. O aquário conta com uma pequena janela, através da qual os visitantes podem ver espécies marinhas, como o pequeno caranguejo Segonzacia mesatlantica e o camarão Mirocaris fortunate.

Embora seja bastante limitado no momento, os desenvolvedores do projeto esperam, um dia, poder construir aquários desse tipo de tamanhos bem maiores, o que permitiria que cientistas de todo o mundo pudessem estudar os habitantes das profundezas dos oceanos por períodos de tempo mais longos, algo simplesmente impossível hoje em dia.

Fontes: BBC, Wired e Océanopolis