(Fonte da imagem: Reprodução/Ars Technica)

De acordo com o site Ars Technica, um grupo de pesquisadores descobriu que os cupins, conforme vão ficando velhos e suas mandíbulas se desgastam, eles vão ficando azuis e ranzinzas até, finalmente, se tornarem terroristas suicidas e explodirem, como verdadeiros insetos-bomba.

Segundo o estudo, insetos sociais como as formigas e os cupins realizam a maior parte de suas atividades através das mandíbulas. Entretanto, depois de tanto utilizar tais estruturas, assim como acontece com os humanos à medida que vão envelhecendo, estas vão ficando gastas e não funcionam mais como deveriam.

No caso dos cupins, conforme os insetos ficam velhos, eles vão acumulando em seus corpos alguns anéis azuis — cor derivada de uma proteína que se combina com o cobre —, compostos por uma substância tóxica. Como suas mandíbulas estão desgastadas demais para que os cupins se defendam de inimigos potenciais, caso sejam provocados eles explodem, espalhando o conteúdo mortal sobre os adversários.

E você que pensava que o seu avô era ranzinza...

Fontes: Ars Technica e Science Mag