Em uma pesquisa feita pelo Laboratório Especial de Coleções Zoológicas do Instituto Butantan, uma equipe de estudiosos encontrou 17 novas espécies de aranhas na Mata Atlântica. Mas o fato surpreendente não é a descoberta — pois isso acontece com certa frequência em matas que reúnem uma grande fauna —, e sim a aparência desses animais.

Todas as novas aranhas têm a face parecida com a do vilão do filme “O Predador”, como afirma Antonio Brescovit, um dos responsáveis pela pesquisa. Por esse motivo, todas as espécies foram batizadas com nomes que fazem referência à película — começando pelo gênero, o Predatoroonops.

O projeto reúne diversos profissionais do mundo todo, com foco nas aranhas da família Oonopidae e 1.016 espécies catalogadas. A pesquisa é considerada importante por esse tipo de fauna (de aranhas pequenas) não ser muito conhecido.

Fonte: Terra