(Fonte da imagem: Reprodução/Firstpost)

Mesmo depois de 30 anos da morte de Bob Marley, o cantor ainda tem muitos fãs em todo o mundo. Um destes apreciadores do reggae é o pesquisador Paul Sikkel, responsável pela descoberta de uma nova espécie de crustáceos — e por dar o nome do artista ao animal.

Segundo Sikkel, a homenagem não foi feita simplesmente pelo seu gosto musical. Além disso, o crustáceo vive na região em que Marley nasceu e é uma descoberta importante para os estudos marinhos. Portanto, foi necessário escolher um nome com a mesma relevância.

O “novo” animal é muito pequeno e vive se alimentando do sangue dos diversos peixes que moram nos recifes do Caribe. Os pequenos crustáceos caçam em grupo, se escondendo entre corais e algas. Assim que um peixe aparece, eles se agarram ao animal e se alastram pelo corpo dele. Dessa forma, todos podem fazer a sua refeição e viver por mais tempo — menos o peixe, é lógico.

O problema é que nós nunca saberemos se Bob Marley gostaria de ter o seu nome usado por um “sugador de sangue”.

Fonte: CNN