Irã envia macaco ao espaço [vídeo]
08
Compartilhamentos

Irã envia macaco ao espaço [vídeo]

Último Vídeo

Segundo um canal de TV iraniano, o país colocou recentemente um macaco em órbita. Trata-se de uma das metas de Teerã para uma conquista espacial relativamente tardia. De acordo com a reportagem, o animal foi enviado a uma altura de aproximadamente 115 quilômetros a bordo de um foguete Pishtan — cuja tradução aproximada poderia ser “explorador”.

Embora detalhes sobre a decolagem e a aterrissagem do veículo não tenham sido divulgados, o governo garante que o macaco retornou em segurança à Terra — chegando a veicular as imagens que compõem este texto. “Esse sucesso representa o primeiro passo do homem em direção à conquista do universo e pavimenta o caminho para outras iniciativas”, afirmou o ministro da Defesa do Irã, Ahmad Vahidi, em entrevista ao referido canal.

(Fonte da imagem: Reprodução/Defence.pk)

“O macaco que foi enviado nesse lançamento retornou são e salvo — um grande passo para os nossos especialistas e cientistas”, concluiu o ministro.

Ambição espacial

Ao que parece, o Irã deve estender as vagas do seu projeto espacial para além de novos símios. De acordo com o governo do país, a ideia é que um astronauta seja colocado na Lua até 2025.

Um terreno muito bem preparado, diga-se de passagem. Isso porque, além do primata recentemente colocado em órbita, o país também já colocou ratos, tartarugas e minhocas no espaço. De fato, outro macaco chegou a ser enviado em 2011, embora a tentativa tenha falhado — sem nenhuma explicação adicional, entretanto.

(Fonte da imagem: Reprodução/Defence.pk)

Quais os objetivos do projeto iraniano?

Embora a corrida espacial não seja nem de longe algo recente, fato é que a empreitada iraniana tem tirado o sono dos EUA e governos aliados. O receio é sempre o mesmo: as pesquisas desenvolvidas com os estudos espaciais poderiam conduzir à produção de mísseis de longo alcance, potencialmente armados com ogivas nucleares.

Uma longa linhagem de viajantes espaciais

Caso o envio do macaco iraniano ao espaço seja realmente confirmado, o tripulante se tornará o mais recente representante de uma longa linhagem de símios astronautas. O primeiro foi um macaco-rhesus chamado Albert, colocado pelos EUA em um foguete V2 em 1948 e enviado até uma altura de aproximadamente 63 quilômetros — quando acabou morrendo sufocado.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Em seguida, viria Albert II, o primeiro a efetivamente alcançar o espaço sideral, alcançando cerca de 100 quilômetros. Não obstante, Albert II acabou morrendo em decorrência de uma aterrissagem desastrada — o paraquedas do animal acabou não abrindo.

O sucesso espacial símio viria apenas em 1958, com os macacos-esquilo Able e Miss Baker — os primeiros a entrar em órbita e retornar seguramente à superfície do planeta, a bordo de um foguete AM-18.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.