Animais podem cometer suicídio?
535
Compartilhamentos

Animais podem cometer suicídio?

Último Vídeo

O suicídio é uma atitude muito triste que está relacionada a problemas de ordem psicológica como a depressão, mas será que, além de nós, humanos, os animais são capazes de cometer suicídio? Há controvérsias. O portal Planeta Sustentável explicou que a teoria evolutiva se ocupa em justificar a existência dos animais a partir do estudo daqueles com melhores meios de sobrevivência, o que eliminaria a possibilidade do suicídio.

"O suicídio é uma prerrogativa humana, e não dá para ampliar para os demais animais", disse Gelson Genaro, que é etólogo, ou seja, especialista em comportamento animal. Segundo ele, casos populares, como os de escorpiões que se matavam em momentos de perigo, são lendas. De acordo com Genaro, até mesmo alguns casos vistos como heroicos, quando a mãe ou o pai serve de alimento à ninhada, não são considerados voluntários, mas sim instintivos, com a finalidade, de novo, de garantir a sobrevivência da espécie.

Você já ouviu da história de que o louva-deus é tão romântico que, após copular com a fêmea, oferece a ela o próprio corpo como alimento, certo? O fato é que ele é realmente devorado quando não consegue escapar, já que a fêmea, terminado o coito, come o que estiver por perto, a fim de garantir energia para gerar seus filhos. Ou seja: não é voluntário. É natural, apenas.

E agora?

Fonte da imagem: Reprodução/Dek

Alguns pássaros são conhecidos por se comportarem como mortos quando diante de um predador, em uma situação de perigo. A ideia, nesse caso, é ter mais tempo para conseguir fugir. O problema é que esse plano não é perfeito e, muitas vezes, ele dá errado, fazendo com que os passarinhos sejam realmente atacados e mortos. Mas, de novo, essa não é uma atitude suicida, embora seja no que muita gente acredita. Ao que tudo indica, é sempre uma tentativa de perpetuar e proteger a espécie.

Em contrapartida, alguns estudiosos acreditam que, sim, animais são capazes de morrer intencionalmente. O site Answers levanta questões que vão além da lógica científica e sugere que é preciso rever conceitos de vida e morte. Nesse caso, muita gente cita de novo o escorpião, que muitas vezes morre intoxicado com o próprio veneno. Há quem explique, nesse caso, que o que acontece de verdade é que o bichinho, quando acuado, entra em desespero e pica a si mesmo, acidentalmente.

Divergências

Fonte da imagem: Reprodução/Visembryo

Se por um lado a teoria evolutiva usa a necessidade de sobrevivência como fator determinante para alguns casos tidos como de suicídio, os estudiosos que acreditam que a morte voluntária de fato acontece defendem que tanto animais quanto homens possuem um medo inerente da morte e que é esse mesmo sentimento o responsável pelo suicídio, muitas vezes, tanto em humanos quanto em animais. Trata-se, nesse caso, do que é chamado de “medo instintivo”.

Esses mesmos pesquisadores indicam que animais têm se aproximado do conhecimento humano no que diz respeito aos medos e às angústias. Nesse caso, questões filosóficas são frequentemente levantadas, a fim de tentar compreender qual é o papel do homem na explicação desse tipo de problemática e que experiências podem ser feitas para provar algumas teorias.

O fato é que tanto animais quanto homens passam por situações nas quais provocam a própria morte. Mas será que, no caso dos animais, esses eventos são voluntários e premeditados? O que você pensa a respeito desse assunto? Não deixe de contar para a gente.

*Publicado originalmente em 26/07/2013.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.