Habilidade especial: pisco-de-peito-ruivo consegue ver campos magnéticos
200
Compartilhamentos

Habilidade especial: pisco-de-peito-ruivo consegue ver campos magnéticos

Último Vídeo

Depois de passar anos colocando pequenos tapa-olhos em pássaros da espécie pisco-de-peito-ruivo, biólogos chegaram a uma incrível conclusão: essas aves não são capazes apenas de sentir campos magnéticos, mas também de os enxergar!

O resultado da pesquisa foi publicado em um artigo da Discovery Magazine chamado “Masters of Magnetism”, que recupera o estudo sobre a percepção de diferentes espécies de aves sobre o campo magnético da Terra.

Entre os experimentos realizados por cientistas no último século, estavam a manipulação de campos magnéticos para estudar a mudança de comportamento dos pássaros e até um tipo de lobotomia para cortar o centro nervoso que regista esses sinais nos animais.

Na pesquisa com a espécie Erithacus rubecula, os pesquisadores não queriam manipular as rotas dos pássaros ou realizar qualquer intervenção mais cruel com os animais, por isso optaram por um método de observação muito mais demorado, criando exemplares com tapa-olhos.

Pássaro caolho

A descoberta de que os pássaros da espécie pisco-de-peito-ruivo conseguem enxergar os campos magnéticos, e não apenas senti-los como outras aves, é ainda mais fascinante ao considerarmos que a espécie só vê esses campos com o olho direito.

Nos anos de pesquisa, os biólogos puderam perceber que colocar um tapa-olho no olho esquerdo do pássaro não afeta em nada a sua capacidade de perceber o campo magnético, enquanto o tapa-olho no lado direito modificava completamente seu comportamento.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.