Dia dos Pais? No Reino Animal, filho que vacila vira alimento para o paizão
118
Compartilhamentos

Dia dos Pais? No Reino Animal, filho que vacila vira alimento para o paizão

Último Vídeo

Nós do Mega Curioso já publicamos por aqui um artigo sobre algumas espécies em que os machos fazem primorosamente o papel de mães em suas vidas familiares. Muitos cuidam dos filhotes, do ninho e até mesmo algumas espécies chegam a gestar ou chocar os ovos.

No entanto, não é sempre que isso acontece. Alguns papais animais são cruéis com seus filhotes, sendo que muitos podem realmente estar muito mais para o estilo “assassinos de bebês” do que para pais do ano.

De acordo com a Discovery News, principalmente entre os peixes, não é raro encontrar pais que comem a sua própria cria ou ovos. Porém, além dos peixes, também não é difícil encontrar outros animais que cometem essas atrocidades. Com desculpas a todos os grandes papais do Reino Animal, vamos dar uma olhada em alguns dos pais mais severos da natureza. Confira:

Peixe-lobo

Como observamos no texto de introdução acima, pais comendo a sua própria prole é, em grande parte, uma "coisa de peixe." Um desses casos é o do peixe-lobo, conhecido aqui no Brasil como traíra.

Eles costumam se alimentar do que tiver pela frente: outros peixes da mesma espécie, aves aquáticas e sapos. Até por isso mesmo ganhou o seu nome, pois traíragem é com ele mesmo. Com isso, é claro, eles também não se intimidam se estiverem com fome e seus filhotes estiverem dando sopa À sua volta.

Caboz

Os peixes do tipo caboz (ou alcaboz) são encontrados em praticamente todos os oceanos e também têm a característica de comer os ovos de sua prole. Os machos são encarregados de guardar montes de ovos em uma toca, para mantê-los oxigenados. Mas, se a mãe deixa a toca, o pai pode perder o controle e mandar a cria pra dentro.

Peixe-cachimbo

Assim como seu “primo” cavalo-marinho, também da família Syngnathindae, o peixe-cachimbo cumpre bem o papel de pai, transportando e gestando os ovos fertilizados. A má notícia é que, na maioria das vezes, quando o nascimento das centenas de filhotes acontece, o pai (quase exemplar) acaba comendo metade deles.

Ursos polares

Embora isso não aconteça muito frequentemente, alguns ursos polares foram vistos comendo os seus próprios filhotes. Em 2011, por exemplo, a fotógrafa da vida selvagem Jenny Ross flagrou um urso adulto se alimentando de um bem jovem.

Alguns climatologistas acham que o derretimento do gelo polar está impedindo o acesso dos predadores à sua comida favorita, como as focas, transformando-os em canibais por necessidade. Quando a questão é sobrevivência, parece que os laços familiares perdem o sentido.

Donzela-neon

Esta é uma donzela que não está em perigo. A donzela-neon é um peixe, que pode crescer até cerca de 30 centímetros de comprimento e normalmente vive em recifes de corais tropicais. Esses peixes se alimentam de algas, plâncton e pequenos crustáceos. Porém, o macho dessa espécie parece um pai de um conto de fadas macabro. Ele come cerca de um quarto de sua ninhada, especialmente os que são menores.

Besouro Nicrophorus

O Nicrophorus é um gênero de insetos coleópteros (besouros) da família Silphidae. Tanto o macho quanto a fêmea são conhecidos por enterrar partes de outras espécies mortas para servir de alimentos para eles e para suas larvas. No entanto, quando esse tipo de alimento falta, ambos os pais acabam comendo seus próprios ovos ou larvas.

Golfinhos

Golfinhos são lindos e brincalhões, não é mesmo? Porém, eles também têm o seu lado cruel.  Na verdade, eles também têm sido observados matando botos apenas para o que parece ser por pura diversão. Não satisfeitos com os botos, eles também podem matar jovens membros de sua própria espécie e até mesmo seus próprios descendentes, por uma finalidade que ainda não está muito clara para os biólogos.

Bônus: os quase padastros

Langur-cinza

O langur-cinza vive em grupos dominados por um único macho com várias fêmeas. O macho tem que ser forte o suficiente para manter o título de alfa da turma. Mas, se ele é desafiado por outro macho e perde, os recém-nascidos das fêmeas do grupo são mortos. Mas o novo macho alfa só mata, não come os pobres filhotes.

Leões

Definitivamente, os leões machos nunca vão ganhar um prêmio de melhores pais do reino animal. Eles cumprem o seu papel apenas no acasalamento. Depois, o trabalho é todo da leoa. Enquanto isso, o leão gosta de passar seu tempo descansando e esperando a leoa trazer a caça para ele se alimentar. Ele não cuida dos filhotes e não está nem aí para eles.

Mas ele não chega a comer a sua cria. Se outro macho pintar na área querendo tomar conta do território, este imediatamente mata qualquer jovem filhote, principalmente aqueles que as leoas estão cuidando, apesar de todos os esforços por parte das mães para evitar o abate.

Eles fazem isso para afirmar a sua própria dominância e também para se acasalar com a fêmea que teve os filhotes mortos. Mesmo após essa matança, em pouco tempo a leoa já está pronta para o novo macho.  

Ursos

O ursão macho, peludo e marrom, de longe, pode parecer muito fofo e charmoso, mas as crianças da mesma espécie dele podem discordar disso. As criaturas gigantes são conhecidas por matar jovens filhotes por uma das mesmas razões pelas quais os leões o fazem: forçar a mães a se acasalar com eles. Que maldade!

*Publicado originalmente em 08/08/2014.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.