Como é ser um gato de estimação em tempos modernos?
275
Compartilhamentos

Como é ser um gato de estimação em tempos modernos?

Último Vídeo

Os gatos são animais de estimação que ficam mais e mais populares com o tempo e, segundo alguns especialistas, eles estão passando por um processo evolutivo bastante significativo no momento, já que estão deixando de ser pequenos caçadores para se tornarem verdadeiros bichinhos de estimação.

De acordo com um estudo da BBC e do Royal Veterinary College, os bichanos estão se habituando a viver nas nossas cidades lotadas e em ambientes cada vez menores – em resumo, estão se acostumando a serem gatos da vida moderna. O estudo realizado pela Royal Veterinary College teve como objetivo entender como os gatos se comportam e se sentem nesse mundo tão novo ao seu redor. O resultado não exibiu grandes diferenças de comportamento, porém revelou mais algumas características do uso de sentidos desses felinos.

Um mundo não tão colorido

Os gatos enxergam o mundo com cores mais suaves, sem tantas variações de tons coloridos como nós enxergamos. Isso faz com que quaisquer movimentos sejam percebidos de um melhor modo, sem distrações. Os seus olhos são grandes em comparação com o tamanho do corpo e permitem que eles enxerguem bem mesmo em ambientes escuros. Contudo, eles não são capazes de focar em coisas que estão próximas demais, por isso os seus bigodes se encarregam de detectar objetos que estão muito perto deles.

Além disso, os gatos são considerados verdadeiros ginastas do mundo animal. Eles conseguem escalar paredões sem dificuldades, cair sempre com os pés no chão de um modo confortável, andar em caminhos estreitos sem perder o equilíbrio e muito mais. As poderosas pernas traseiras podem impulsioná-los para frente ou para trás sem grandes dificuldades. Essas habilidades atléticas ocorrem em função do esqueleto dos felinos, que possui estruturas leves e permite que os choques com o chão e demais colisões sejam distribuídos harmonicamente por todo o corpo.

Praticamente com poderes de superheróis

Quanto à audição, é fato que os gatos conseguem escutar muito melhor do que nós seres humanos. As suas grandes orelhas podem girar independentemente e, em algumas raças, se deslocam até 180° do eixo original. O maior número de neurônios entre as orelhas e o cérebro também fazem com que frequências mais baixas e sons que nós humanos não podemos detectar, como ruídos e pequenos guinchos de animais, sejam ouvidos pelos gatinhos.

Por último, olfato deles é 100 vezes mais potente do que o nosso. Os gatos conseguem distinguir milhares de odores suaves e os narizes desses felinos possuem milhões de receptores de odores que captam rapidamente as informações ao seu redor e levam a uma região altamente desenvolvida do cérebro. Realmente, parece que existem muitas vantagens em ser um felino doméstico, não é mesmo?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.