Trabalho inusitado: filmar piolhos-de-cobra que brilham no escuro [vídeo]
48
Compartilhamentos

Trabalho inusitado: filmar piolhos-de-cobra que brilham no escuro [vídeo]

Último Vídeo

Em vez de seguir uma carreira convencional, você gostaria de ter um emprego incomum, que o levasse a lugares exóticos e que envolvesse atividades inusitadas? A National Geographic conta com uma série de vídeos chamada “Best Job Ever” — “Melhor Emprego de Todos os Tempos”, em tradução livre —, na qual acompanha pessoas com trabalhos inusitados, desafiadores e muito interessantes.

Em um dos episódios da série, a National Geographic acompanhou o cineasta Owen Bissell pelas montanhas de Sierra Nevada, na Califórnia, e revelou como ele fez para filmar um bando de piolhos-de-cobra que brilham no escuro. Assista ao vídeo a seguir:

Desafios

De acordo com as informações que acompanham o material, essa foi a primeira vez que esses animais — da espécie Motyxia sequoiae — foram filmados em seu habitat. Além disso, essa também foi a primeira vez que Owen capturou imagens de criaturas luminescentes, e isso representou um grande desafio técnico para ele.

Owen carregando um tripé montanha acima

Owen contou com a parceria do entomólogo Paul Marek, e os dois conduziram várias pesquisas para saber se eles conseguiriam capturar a luz que emana dos pequenos piolhos-de-cobra. Para isso, o cineasta selecionou um equipamento fotográfico extremamente sensível à luz e, segundo disse, muitas vezes chegou a posicionar a câmera a apenas um par de centímetros dos bichinhos.

Conforme explicou para a National Geographic, o mais interessante sobre seu trabalho é o fato de que cada empreitada traz novos desafios — e, em um primeiro momento, em muitas vezes os problemas parecem ser impossíveis de ser solucionados.

No caso do trabalho com os piolhos-de-cobra, Owen quebrou a cabeça com questões como os diferentes espectros da luz, sensibilidade e sensores das câmeras e como suprir seus equipamentos com eletricidade no topo de uma montanha. Entretanto, conforme você viu no vídeo, ele parece ter vencido todos os obstáculos!

Piolhos brilhantes

Owen contou que não é muito fácil encontrar os piolhos-de-cobra da espécie Motyxia sequoiae durante o dia, mas, quando a noite cai, os bichinhos começam a brilhar, o que os torna bem visíveis. No entanto, não pense que isso também os torna alvos fáceis! Na realidade, a bioluminescência é resultado da liberação de substâncias como o cianeto e outras toxinas — que servem para repelir os predadores noturnos.

Olha um dos bichinhos brilhantes!

Aliás, segundo Owen, para descobrir como a bioluminescência noturna dos M. sequoiae evoluiu, os entomólogos mediram a intensidade do brilho de piolhos-de-cobra do gênero Motyxia e concluíram que, originalmente, a luz emitida por esses bichinhos era uma resposta ao estresse provocado pelo calor em baixas altitudes. Contudo, conforme a espécie migrou para o topo das montanhas de Sierra Nevada, essa característica se transformou em um sinal de alerta.

***

Qual seria o emprego dos seus sonhos? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.