Afinal, como funcionam as bombas feitas à base de fertilizantes?
121
Compartilhamentos

Afinal, como funcionam as bombas feitas à base de fertilizantes?

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Você provavelmente já ouviu falar em bombas caseiras construídas com fertilizantes, certo? Mas, afinal, como isso pode dar certo? Antes de tudo, lembre-se que a explicação que você vai ver a seguir deve ser usada apenas como informação. Não tente fazer isso em casa.

Há alguns anos, a polícia dos EUA descobriu um artefato desse tipo em um carro abandonado em Nova York. Nada de mais sério aconteceu, porém, porque aparentemente a bomba caseira continha fertilizante, mas era o material errado, não inflamável. Especialistas afirmam que é relativamente difícil fazer esse tipo de bomba.

O fertilizante ideal para ser usado em explosivos é aquele que contém nitrato de amônia, componente não encontrado em sua forma pura nos fertilizantes comuns, legalmente comercializados, e, mesmo que fosse encontrado, o nitrato de amônia sozinho não é explosivo.

Componentes

Fonte da imagem: Reprodução/LifesLittleMysteries

Esse tipo de bomba precisa de dois componentes além do fertilizante: combustível e um detonador. O combustível, por sua vez, precisa estar misturado com o fertilizante na proporção exata e o detonador deve ser capaz de gerar energia suficiente para garantir a explosão.

Esse tipo de evento ocorre, primeiramente, com a explosão do detonador, que forma o que cientistas chamam de onda de detonação, que tem o poder de atravessar a mistura de nitrato de amônia e combustível em uma velocidade de 5 quilômetros por segundo. Essa energia faz com que tanto o nitrato de amônia quanto o combustível evaporem; dessa forma, o conteúdo sólido vira gasoso em segundos, formando uma quantidade imensa de gás oxigênio.

Super-rápido

Fonte da imagem: Reprodução/JornaldeLondrina

Esse gás é o condutor da explosão de fato, tornando o combustível superinflamável, causando combustão e, por consequência, liberando mais gás. Isso tudo acontece em intervalos muito pequenos. Para se ter uma ideia, as ondas viajam na velocidade do som – 343 metros por segundo –, podendo atingir objetos próximos e matar pessoas muito rapidamente. O calor liberado durante a explosão muitas vezes é suficiente para que um carro pegue fogo.

É importante saber que os “ingredientes” desse tipo de bomba precisam estar nas quantidades adequadas; caso contrário, a bomba vai apenas queimar, sem explodir. É por isso que quem tenta fazer explosivos com fertilizantes caseiros pode ficar frustrado, já que esse tipo de produto contém outras substâncias que atrapalham os processos de combustão.

*Publicado em 21/05/2013

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.