Osso de Ishango: conheça a calculadora mais antiga do mundo
37
Compartilhamentos

Osso de Ishango: conheça a calculadora mais antiga do mundo

Último Vídeo

Os chamados Ossos de Ishango foram encontrados por arqueólogos na região que, à época do achado, correspondia ao Zaire — atual República Democrática do Congo. Trata-se de um osso de babuíno com uma particularidade muito curiosa: entalhes que sugerem a primeira “calculadora” utilizada pela humanidade, aproximadamente 18 mil anos atrás (e não 9 mil anos, como se acreditava a princípio).

O artefato foi forjado durante o paleolítico superior, por uma sociedade que, eventualmente, acabou empurrada para fora do território por ações vulcânicas. O que despertou a curiosidade dos cientistas, entretanto, foi a forma como os arranhões foram dispostos no Osso de Ishango.

Há colunas em que, obviamente, dobram-se os valores — dois e quatro, três e seis. Por fim, há uma coluna em que de 10 se vai a 5 entalhes, em uma divisão, portanto. Há também uma coluna em que constam todos os números primos entre 10 e 20 e, por fim, uma em que constam apenas números múltiplos de 12.

Afinal, para que serve?

Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons

Apesar da obviedade em relação aos padrões matemáticos encontrados no Osso de Ishango, os cientistas não chegaram a uma resolução definitiva sobre a utilidade original do artefato. Fala-se de uma ferramenta para explorar os limites da matemática, é claro.

Entretanto, a possibilidade de uma ferramenta didática não foi excluída e, de fato, há quem considere que pode se tratar de alguma forma de registro do calendário menstrual. Ou será apenas uma incrível coincidência, oriunda de uma busca extensiva por padrões? Difícil determinar... Mas você pode opinar abaixo.

*Publicado originalmente em 23/07/2013.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.