Paris ganha primeiro arranha-céu em 40 anos, mas nem todos estão felizes
16
Compartilhamentos

Paris ganha primeiro arranha-céu em 40 anos, mas nem todos estão felizes

Último Vídeo

Os parisienses são conhecidos por sua resistência a mudanças, e um dos principais exemplos disso é a pirâmide do Museu do Louvre, rechaçada até hoje por muitos moradores da cidade. Mas agora, Paris está prestes a ganhar mais um monumento polêmico, que divide opiniões.

Pela primeira vez em 40 anos, um novo arranha-céu vai preencher a linha do horizonte da capital francesa. O prédio deve ficar pronto em 2018 e terá quase 183 metros de altura, com o formato de um triângulo. O prédio terá mais de 120 quartos de hotel, além de espaço para escritórios. O custo total da obra  deve passar dos R$ 2 bilhões.

Inicialmente, o projeto foi rejeitado pela prefeitura de Paris, mas agora a obra já está autorizada. A empresa responsável é a mesma que construiu o Estádio Olímpico de Pequim, conhecido como "Bird Nest", para as Olimpíadas da China em 2008.

A obra ficará localizada no bairro Porte de Versailles, perto de vários locais para convenções e eventos. Muitos moradores da cidade não estão nada contentes em ter que morar perto de um prédio tão grande e de visual peculiar. Além disso, há a preocupação de alguns políticos que afirmam que o prédio não vai consumir energia de forma inteligente.

Os habitantes de Paris se opõe à construção de arranha-céus na cidade desde a inauguração da Torre Eiffel, em 1889. O primeiro grande prédio foi erguido em 1973, com 59 andares. As palavras "feio", "moderno demais" e "de mal-gosto" foram usadas por parisienses nas redes sociais para classificar o novo "The Tour Triangule".

Via EmResumo.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.