(Fonte da imagem: Reprodução/de zeen)

Imagine encontrar um pequeno edifício totalmente branco e feito de isopor, que mais parece ter sido recoberto com marshmallow. Essa foi a proposta dos artistas franceses Marie Péjus e Christophe Berdaguer, que transformaram um edifício anexo a uma antiga sinagoga na estrutura que você pode ver na foto acima.

De acordo com o pessoal do site de zeen, o antigo edifício já serviu de prisão, escola e casa funerária no passado, servindo hoje de galeria de arte e centro de visitantes de uma sinagoga do século XIX. Entretanto, a dupla de artistas não se inspirou em guloseimas ou doces para criar a nova fachada do edifício, mas sim em fantasmas.

Trocadilho

Segundo explicaram, os artistas imaginaram o centro de visitantes como sendo uma “ghost-house” (ou casa-fantasma, em tradução livre), baseados na frase “A Guest + A Host = A Ghost” do inventor e poeta francês Marcel Duchamp, que mistura as palavras “hóspede” e “anfitrião” para formar a palavra “fantasma” em inglês.

E, para conseguir o efeito fantasmagórico e as formas arredondadas que desejavam, os artistas recobriram toda a fachada do antigo edifício com blocos de poliestireno — ou isopor — e resina, pintando tudo com tinta branca. E você, leitor, o que achou da ideia?

Confira mais imagens da casa-fantasma na galeria abaixo:

Fonte: de zeen