(Fonte da imagem: Reprodução/Daily Mail)

Um objeto espacial não identificado está chamando a atenção da comunidade científica e de moradores de uma aldeia remota localizada na Sibéria. O dispositivo, que se assemelha à tampa de uma gigantesca lata de lixo, pesa 200 kg e caiu do céu sem explicação, segundo moradores da região.

Peritos espaciais russos que analisaram a peça não sabem precisar qual é a origem do artefato. Segundo os especialistas, o fragmento não parece ser um foguete ou um míssil, assim como ainda não pôde ser comparado com nenhum detrito de alguma tecnologia espacial terrestre.

O objeto de metal, que tem cerca de 2 metros de altura, está sob a guarda da polícia e da agência espacial russa. Ele foi encontrado em dezembro do ano passado, perto de uma aldeia chamada Otradnensky, localizada 2 mil km a leste de Moscou.

“Nós medimos os níveis de radiação nas proximidades e dentro do objeto e nada foi constatado”, explica Yuri Bornyakov, chefe do serviço de resgate do departamento de Kuibyshevski. Teorias iniciais de que a peça era parte de um foguete espacial ou de algum satélite já foram descartadas.