Cometa Holmes (Fonte da imagem: Reprodução/Wikipedia )

A forma como a vida se originou em nosso planeta é uma pergunta que continua sem resposta, pois não havia ninguém aqui para presenciar o acontecimento. Entretanto, podemos considerar que tudo começou a partir de reações químicas entre elementos presentes na atmosfera, nas águas dos oceanos e assim por diante. Contudo, existe um componente em especial que teria sido indispensável para que a vida surgisse, os aminoácidos.

Como os aminoácidos chegaram à Terra é um tema muito discutido, e uma das teorias sugere que eles teriam chegado até nós transportados por meteoros que se chocaram contra o nosso planeta. Mas como os aminoácidos sobreviveriam à viagem, já que a entrada de cometas e outros corpos em nossa atmosfera é extremamente acidentada?

Novas evidências

A NASA divulgou um estudo, liderado pela Dra. Jennifer Blank, que demonstraria que os aminoácidos não só sobreviveram à viagem, como também teriam sido eles os responsáveis por originar a vida em nosso planeta. De acordo com a pesquisadora, essas moléculas poderiam ter viajado em meteoroides — pequenos fragmentos de materiais que vagam pelo espaço — que se fragmentam ao entrar na atmosfera, dando origem aos meteoritos.

Simulações supersônicas

Os cientistas simularam a viagem que os aminoácidos teriam realizado através da nossa atmosfera, atingindo-os com uma espécie de pistola, que dispara gás em alta pressão e em velocidades supersônicas. Essas moléculas se encontrariam a salvo por estarem no interior dos cometas, e as adversidades da viagem — calor extremo, pressão, impacto etc. — não seriam suficientes para rompê-las.

Aliás, os pesquisadores descobriram que a pressão do impacto serviria para contrabalançar o calor extremo, e que inclusive geraria a energia necessária para que os aminoácidos começassem a formar as ligações peptídicas que resultam na formação de proteínas. Ou seja, o fato de que tenham se chocado, na verdade, teria oferecido todas as condições necessárias para que se iniciassem as transformações químicas que podem ter culminado na origem da vida.

De acordo com Blank, os cometas realmente podem ter sido os meios de transporte ideais para trazer os ingredientes necessários para a evolução química que originou a vida, e gostamos do cenário oferecido por esta teoria, pois ele apresenta todos os ingredientes necessários: aminoácidos, água e energia.