(Fonte da imagem: Reprodução/MIT)

De acordo com uma notícia publicada pelo MIT — Massachusetts Institute of Technology —, uma equipe de pesquisadores do instituto e da NASA encontrou um exoplaneta que parece estar evaporando devido à proximidade da qual se encontra de sua estrela.

O pequeno corpo celeste está localizado a 1.500 anos luz da Terra, e os cientistas chegaram à conclusão de que ele está desaparecendo devido ao estranho rastro de poeira — que lembra bastante os deixados por cometas — que pode ser observado nas imagens registradas pela sonda espacial Kepler.

O exoplaneta, que deve levar 100 milhões de anos até que se desintegre completamente, possui uma das órbitas mais curtas já observadas, levado apenas 15 horas para circular a sua estrela. Além disso, os cientistas calculam que a temperatura de sua superfície pode chegar a quase 2 mil oC, devido à sua proximidade com relação ao seu Sol.

Fonte: Massachusetts Institute of Technology