(Fonte da imagem: Reprodução/Arizona Meteorite Laboratory)

Quando ela se chocou contra o solo terrestre havia poucos sinais de beleza. Entretanto, depois de ser estudado e dissecado, o meteorito Fukang se revelou uma pedra de rara beleza. Descoberto no Deserto de Góbi, na província chinesa de Xinjiang, o artefato achado em 2000 virou objeto de estudo e foi dividido em diversos pedaços.

Um colecionador anônimo, que detém a maior porção dele (um pedaço que pesa 420 quilos), adquiriu a pedra em 2008, em um leilão em Nova York, por US$ 2 milhões (o equivalente a R$ 4 milhões) e, atualmente, esse pedaço permanece guardado.

Outras partes da Fukang podem ser vendidas por até R$ 100 por grama. Os pesquisadores acreditam que esses meteoritos se originam dentro de meteoros intactos criados durante a formação do Sistema Solar, há cerca de 4,5 bilhões de anos. Eles são ainda mais raros porque poucos deles sobreviveram à descida na atmosfera terrestre.

Fonte: Daily Mail