(Fonte da imagem: Reprodução/SPACE.com)

De acordo com uma notícia publicada pelo site SPACE.com, um grupo internacional de astrônomos, liderados por Mikko Tuomi, da Universidade de Hertfordshire, na Inglaterra, localizou uma nova super-Terra a apenas 42 anos-luz do nosso planeta que apresenta inúmeros atributos em termos de habitabilidade e capacidade para suportar a vida.

Segundo a publicação, a super-Terra — conhecida como HD 40307g — faz parte de um sistema solar de seis planetas que orbitam próximos a uma estrela anã da classe espectral K. Conforme explicaram os astrônomos, o astro se encontra a uma distância de 90 milhões de quilômetros de seu sol, o que o posiciona dentro da faixa de habitabilidade, ou seja, dentro da região na qual a água em sua forma líquida pode ser encontrada na superfície de um planeta.

Além disso, os cientistas acreditam que a HD 40307g conta com uma massa pelo menos sete vezes superior à da Terra, além de provavelmente girar em torno de seu próprio eixo — em vez de orbitar sempre com a mesma face voltada para sua estrela —, o que significa que o astro pode apresentar ciclos de dias e noites semelhantes aos do nosso planeta, aumentando, assim, as chances de que alguma forma de vida possa se desenvolver por lá.