Você sabe em qual espécie animal é o macho que engravida?
182
Compartilhamentos

Você sabe em qual espécie animal é o macho que engravida?

Último Vídeo

No reino animal, mais precisamente do oceano, a espécie em que o macho é que engravida é a dos cavalos-marinhos. Neste processo de reprodução, a fêmea é que coloca os ovos em um tipo de bolsa do macho, onde eles são fertilizados por ele e ficam por lá até atingir o período para nascer.

Esse período reprodutivo ocorre na primavera, começando com o encontro de um casal de cavalos-marinhos, que fazem um tipo de “dança do acasalamento”. Durante vários dias antes do ato final de acasalar, os dois peixes se reúnem para entrelaçar as suas caudas e nadarem juntos.

Fonte da imagem: Reprodução/National Aquarium

Eles também, por vezes, se entrelaçam no mesmo fio de vegetação do oceano com suas caudas e giram em torno dele de forma harmoniosa. Os cientistas acreditam que este namoro e dança sincronizam os movimentos dos dois peixes para preparar o macho para receber os ovos ao mesmo tempo em que a fêmea está pronta para depositá-los.

Processo demorado

Após vários dias com esse comportamento, o macho insere água através de uma bolsa em sua barriga. O fluxo de água se expande e abre a bolsa para demonstrar à fêmea que ele está vazio e pronto para ela inserir o ovipositor, órgão usado para pôr os ovos.

Nesse ponto do processo, os dois nadam em uma espécie de abraço romântico “olho no olho”, espiralando para cima e tentando se alinharem para a fêmea conseguir pôr os ovos. Eles fazem isso por diversas vezes, descansando entre as tentativas, para evitar a exaustão. Assim que o macho recebe os ovos, ele incha, pois podem ser algumas dezenas de milhares deles.  

Assim que eles terminam de acasalar, a fêmea não fica por perto. Ela nada para outro lugar mais longe para descansar. Afinal, foram longos dias e horas de trabalho.

Depois que a mocinha exausta vai embora, o macho se agarra a uma planta por perto e libera o esperma diretamente na água em torno dele para fertilizar os ovos, que agora estão embutidos na parede de sua bolsa, que fornece oxigênio e prolactina para nutri-los.

Sequência da gestação

Logo após o processo de acasalamento ser finalizado, o macho fica sozinho, recebendo a visita da fêmea cerca de uma vez ao dia durante o período de gestação — que pode durar de duas a quatro semanas. No entanto, essas visitas da fêmea são rápidas, sendo que o casal apenas interage por alguns minutos como fizeram durante o namoro.

O grande dia

Após o período de gestação, que pode variar em algumas semanas, o macho está pronto para dar à luz. À medida que ele se prepara para esse momento, a sua bolsa fica mais redonda e inchada. Nos minutos que antecedem o nascimento, seus músculos se contorcem, gerando contrações que irão culminar na saída dos bebês.

Então, finalmente, o papai consegue expelir todos os minúsculos alevinos, que sobem à superfície para encher suas bolsas de ar e poderem se equilibrar na água. Os pequeninos já se tornam independentes de seus pais, mesmo sendo frágeis. O macho pode gerar de 400 a até 1800 filhotes por vez. No vídeo abaixo você pode conferir esse processo em cativeiro.

No entanto, a média de sobrevivência é muito baixa, pois, dentro de uma ninhada de mil (por exemplo), cerca de cinco cavalinhos apenas ficam vivos até a idade adulta. Muitos são comidos por predadores ou morrem de fome quando as correntes oceânicas os afastam de fontes alimentares.

Voltando à recuperação do papai, por incrível que possa parecer, a bolsa do macho retorna ao seu tamanho normal em apenas cerca de uma hora. Depois disso tudo, surpreendentemente, ele já fica pronto para acasalar novamente em algumas horas, e muitas vezes isso acontece. Haja fôlego!

*Publicado originalmente em 11/03/2014.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.