Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Nahorah)

Um cemitério na cidade de Quito, no Equador, resolveu inovar e criar o primeiro cemitério vertical do mundo conectado em tempo integral à internet. O local foi instalado em uma edificação de nove andares, que conta com modernos sistemas de vídeo. Esses recursos permitem aos familiares dos mortos terem contato visual a qualquer hora do dia e da noite.

De acordo com Marianela Mejía, gerente de negócios do grupo dono do prédio, como conta o site Terra, o serviço serve para as pessoas possam estar por perto ou conversarem um pouco com seus entes queridos que já se foram. Ainda segundo Mejía, a novidade será especialmente bem recebida pelas pessoas que moram fora do país e não podem estar presentes para o funeral. Agora, elas poderão acompanhar as celebrações em tempo real, através da internet.

O Memorial Necrópole tem capacidade para até 24 mil mortos, sendo que as cinzas de cada pessoa ficarão contidas em urnas de 35 cm² cada uma. Essa iniciativa se aplica aos padrões municipais equatorianos de aproveitamento de espaços, realizando, para tanto, construções verticais.

Quem ficou curioso pode ir até Quito, no Equador, no dia 15 de março (amanhã), que é quando o cemitério será inaugurado. A construção já conta com as cinzas de 500 mortos, provenientes de um crematório de alta tecnologia, que garante uma meta de “poluição zero”. E, com o sucesso do empreendimento, a empresa responsável já tem planos de construir três novas unidades no país (ao sul de Quito, em Manta e em Guayaquil), além dos planos de expansão do sistema para Chile e Colômbia.

Em tempo, outra curiosidade sobre o primeiro cemitério desse tipo das Américas é que a unidade a ser montada em Guayaquil ficará situada ao lado de um estádio de futebol de um dos clubes mais famosos do país. Agora, os torcedores mais fanáticos poderão passar a eternidade ao lado do seu time do coração.