Confira 8 objetos curiosos deixados no local do crime
293
Compartilhamentos

Confira 8 objetos curiosos deixados no local do crime

Último Vídeo

Será que existe mesmo o crime perfeito? Muitas pessoas dizem que sim, é perfeitamente possível cometer um crime sem deixar pistas. Mas a maioria acredita que não: por mais que se calcule os mínimos detalhes, o criminoso sempre acaba deixando para trás algum vestígio que o incrimine e ele acaba sendo capturado.

Porém, por incrível que possa parecer, alguns desses vestígios que levam aos culpados são um tanto quanto bizarros. Os criminosos acabam deixando objetos bem inusitados no local. Coisas que eles não podem nem negar que são suas. Confira aqui 8 coisas inacreditáveis deixadas na cena do crime e acredite se for capaz.

01 – Nhac, nhac, nhac!

Parece mentira, mas não é. Justin Stanfield resolveu assaltar uma residência em Mirfield, na Inglaterra, quando viu que havia cerveja no refrigerador do proprietário. Resolveu tomar algumas delas e, quando já estava “mais pra lá do que pra cá”, tirou a dentadura para experimentar uns picolés que estavam no freezer.

Acontece que ele esqueceu os dentes por lá e, poucos dias depois de ter dado queixa na polícia, o morador da casa, Steven Pickles, encontrou o nojento objeto em sua garagem. Foi então que os policiais conseguiram identificar Stanfield, que acabou pegando 16 meses de cadeia. Ele já era um velho conhecido por efetuar uma série de roubos parecidos. Mas nunca havia esquecido a dentadura.

02 – PS: eu te devo...

O consultor financeiro Graham Price não imaginava que suas anotações iriam incriminá-lo a tal ponto. O ex-funcionário do banco Halifax, de South Wales, “pegava emprestado” (segundo ele) alguns dólares do banco e de investidores ao longo de quatro anos em que trabalhava no estabelecimento bancário.

Para ter um controle de suas finanças, ele anotava tudo o que pegava. Uma auditoria de caixa foi realizada na agência e, dentro de uns dos cofres, foi achado um bilhete de Price: “Peguei 12 milhões de dólares emprestados do Halifax”. E o bilhete estava assinado por ele! E foi assim que a auditoria descobriu que ele havia pego não 12, mas 17 milhões de dólares. E ele assumiu, afirmando que pegou cada centavo!

03 – Encrencado até as calças!

Por essa o assaltante Benjamin C. Hoppe não esperava. Ele entrou para assaltar a residência do barman Michael Rieger, achando que o proprietário não voltaria tão cedo. Porém, ele não se deu conta do horário e, quando deu por si, Rieger já estava em casa. Ele tentou achar uma saída, mas não encontrou nenhuma. Então, resolveu enfrentar o morador.

O barman segurou o ladrão enquanto sua esposa ligava para a polícia. Hoppe tentava se desvencilhar de toda forma e, numa dessas manobras, acabou escapando, mas Rieger o agarrou pela calça, que acabou rasgando e ficando em suas mãos. O bandido até tentou correr, mas foi encontrado pela polícia.

O mais nojento apareceu no relatório da polícia, que dizia que, tanto nas calças quanto na porta da casa e na varanda, havia uma grande quantidade de matéria fecal (eca!). O bandido foi acusado de roubo, contravenção e de posse de substância controlada. Esse realmente ficou encrencado até as calças!

04 – Saiu no prejuízo

Steven Diaz, um jovem metido a rebelde de apenas 18 anos, resolveu que queria uma garrafa de vinho, mas iria obtê-la de forma ilícita. Na noite do dia 07 de fevereiro de 2014, ele entrou em um supermercado na Califórnia (EUA), pegou a bebida e resolveu fugir. Os seguranças do estabelecimento lutaram, mas Diaz conseguiu escapar.

O que ele não esperava é que, na briga, sua carteira caísse e ficasse no lugar. O jovem foi identificado, autuado por suspeita de roubo e teve que pagar uma fiança de U$S 50 mil. Para quem não queria pagar alguns dólares em uma garrafa de vinho, esse saiu no prejuízo.

05 – Dorme filhinho do coração...

O preguiçoso Mark Smith se deu muito mal durante um assalto a uma casa no norte da Inglaterra, em maio de 2007. A luxuosa residência da moradora Heather Stephenson abrigava muitos objetos de valor, como caixas de joias, talões de cheques e dinheiro em espécie, e isso atraiu a atenção de Smith.

Ele se apossou do que queria e, para surpresa de todos, acabou adormecendo na cama da vítima. Quando a senhora Stephenson chegou e o encontrou dormindo a sono alto, gritou desesperadamente, mas o ladrão não se abalou. Ela imediatamente chamou a polícia e, mesmo assim, o ladrão teve que ser arrastado para fora.

Depois de realizados alguns exames, os oficiais afirmaram que Mark Smith havia tomado vodka juntamente com alguns remédios mais cedo naquele dia. Esse dormiu no ponto!

06 – Com sede ao pote!

Certo dia, Diane e Chris Ingalls chegaram em sua casa e encontraram a porta da frente arrombada. O cão latia freneticamente e, então, eles perceberam que haviam sido assaltados. Tudo estava revirado e espalhado pelos cômodos, uma bagunça total. Eles fizeram boletim de ocorrência e começaram a arrumar as coisas.

Chris encontrou uma caixa de suco de laranja que estava aberta e já pela metade. Porém, não havia sido nem ele e nem Diane quem ingeriu a bebida. O homem levou a amostra para a Unidade de Teste de DNA para ser analisada. Cientistas forenses encontraram o DNA de Christopher Lathrop que confessou o crime e admitiu ter roubado a mesma casa duas vezes!

07 – Esse não aprende

Esse é um dos casos de bandidos que não têm cérebro. Francisco Canseco, de 18 anos, foi preso em abril de 2014 acusado de contravenção e vandalismo. Seu apelido foi encontrado em diversas pichações por toda a cidade.

Então ele foi levado para julgamento e, para surpresa de todos, as autoridades encontraram a sala do tribunal totalmente pichada. E, acredite, com o mesmo apelido, com o mesmo grafite, tudo igual. Não teve como Canseco negar que tivesse feito aquilo. O jovem foi acusado de vandalismo dentro de um tribunal. Não adianta, esse não aprende.

08 – Trapalhada sem limite

Quem nasceu para ser ladrão de galinha nunca vai conseguir assaltar um banco. Shane Ingram comprovou isso. Em 14 de janeiro de 2009, o ladrão desastrado juntamente com comparsas atrapalhados resolveu assaltar um caixa eletrônico que estava cheio de dinheiro. Amarraram uma corrente em volta do caixa e prenderam no carro. Mas Ingram usou o próprio carro para isso.

Depois de muito tentar e não conseguir, todos eles fugiram, deixando corrente e pedaços do carro (como para-choque) para trás. Inclusive a placa ficou jogada na cena do crime. Com muita facilidade, os oficiais descobriram os criminosos, tanto pelos objetos que ficaram por lá quanto pelas impressões digitais que eles deixaram.

***

Algumas dessas situações são até bem difíceis de acreditar, não é? Mas são verdadeiras! E você? Conhece alguma coisa inusitada deixada em locais do crime? Compartilhe com a gente nos comentários! Ou diga o que achou dessas acima!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.