5 cidades que seriam amaldiçoadas
388
Compartilhamentos

5 cidades que seriam amaldiçoadas

Último Vídeo

1. Paranapiacaba

No Brasil, o distrito de Paranapiacaba, em São Paulo, coleciona relatos de turistas que juram que o local é mal-assombrado. Na cachoeira Poço das Moças – que, supostamente, ganhou este nome depois que três garotas morreram afogadas lá –, pessoas que acamparam no local contaram ouvir barulhos estranhos, como se alguém tentasse cortar uma árvore com um machado.

Paranapiacaba

Na antiga estação de trem, os moradores relataram que é possível sentir um deslocamento de ar e até mesmo ouvir sons vindos do 13º túnel. Já entre a quarta e a quinta plataformas, alguns dizem já terem escutado gemidos que seriam de funcionários que morreram durante a construção da ferrovia.

 2. Bhangarh

Bhangarh, na Índia, guarda muitas lendas sobre as suas ruínas. De acordo com o folclore, uma linda princesa que vivia no local tinha um pretendente pra lá de estranho: um mágico malvado. Para ganhar a afeição da moça, ele teria inventado uma poção do amor, mas, felizmente, ela descobriu o seu plano. 

Assim, no momento em que o mágico misturou a poção à comida da princesa, ela correu e bateu em uma pedra com tal força que esta rolou ladeira abaixo e esmagou seu estranho pretendente. Antes de morrer, ele teria proferido uma maldição sobre Bhangarh, indicando que ninguém viveria na cidade por muito tempo.

Bhangarh

Mesmo que poucos acreditem nesta versão, muito se fala sobre a cidade abandonada ser realmente assombrada. O local sempre recebe visitantes que se desafiam a passar a noite por lá e ver se a lenda é realmente verdade.

3. Al Jazirah Al Hamra

Outro ponto turístico na rota daqueles que gostam de histórias sombrias e lendas locais é o Al Jazirah Al Hamra, nos Emirados Árabes Unidos. A aldeia, que já foi um local próspero antes do boom do petróleo na década de 1960, viu sua população – cerca de 4 mil pessoas – abandonando em massa o local, deixando-o nas mãos dos poucos trabalhadores itinerantes.

Desde então, a cidade começou a ser vista como assombrada e muitos cidadãos acreditam que a aldeia é invadida por “djinns”, que, segundo a mitologia árabe, são entidades sobrenaturais entre o mundo angélico e o humano. Para eles, essas criaturas regem o destino de pessoas e de lugares.

Al Jazirah Al Hamra

O cineasta local Faisal Hashmi resolveu visitar a vila e afirmou que o local verte sentimentos de medo e que os seus habitantes espectrais constantemente deixam registros de sua presença para alertar quem entra em seu território. 

4. Bahla

Localizada no interior de Omã, na extremidade oriental da Península Arábica, Bahla é conhecida como a capital de magia negra do país. As histórias sobre a região incluem bruxas, maldições, rituais, “djinns” e a capacidade de alguns mágicos de viajar por todo o mundo sem qualquer meio de transporte. Na cidade, existem adivinhos e praticantes do ocultismo e de outros rituais proibidos pelo Islã. Por isso, o local é considerado um reduto do mal para muitas pessoas.

Bahla

5. Cinco Saltos

A cidade argentina Cinco Saltos, também conhecida como “Cidade das Bruxas”, não tem uma reputação lá muito legal – dá para perceber pelo apelido. A falta de luz solar na região criou um clima de melancolia que veio acompanhado de várias lendas e histórias envolvendo bruxas e feiticeiros.

Cinco Saltos

Para melhorar ainda mais a sua fama, há um relato de que os restos mortais de uma garota de 12 anos foi encontrado próximo ao cemitério da cidade durante uma reforma. O mais estranho de tudo? A jovem teria sido assassinada há pelo menos 70 anos e o seu cadáver estava muito preservado. Ao tomarem conhecimento da notícia, os moradores supersticiosos da cidade disseram que o corpo havia sido usado por algum dos clãs para um ritual sinistro. Em pouco tempo, pessoas afirmaram terem visto o fantasma da menina próximo ao cemitério.

Há ainda outra história perturbadora sobre uma passagem que atravessa a cidade: moradores acreditam que sacrifícios com crianças tenham sido realizados no local. Visitantes que utilizaram a travessia durante a noite relataram ouvir gritos e barulhos sinistros.

*Publicado em 24/5/2016

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.