Entre na onda dos cabelos curtíssimos

Entre na onda dos cabelos curtíssimos

Equipe MegaCurioso

Crédito: Shutterstock

Não é preciso procurar muitas referências para saber que os cabelos curtos estão em alta entre as mulheres. Nos tapetes vermelhos, nos filmes e na televisão, muitas estrelas optaram pela ousadia e versatilidade dos curtinhos, também conhecidos como “joãozinho".

Símbolo de atitude, os curtíssimos costumam ser associados a um visual andrógino, no entanto, também podem ser muito femininos por valorizarem os pontos fortes de cada tipo de rosto. Para entendermos melhor as variações do corte e as melhores opções, o TodaEla conversou com os hair stylists Ralph Hallilovick e Heinerich Franz Sorgetz, que atende na rede de salões Lady&Lord, em Curitiba.

A origem do corte

Antes de entrar de cabeça na tendência, é importante saber um pouco da sua história. O hair stylist Heinerich Franz Sorgetz lembra que quem transformou os cabelos curtíssimos em um fenômeno de moda foi o renomado cabeleireiro Vidal Sassoon. O profissional foi o responsável pelo corte da atriz Mia Farrow, que interpretaria a protagonista no thriller “O Bebê de Rosemary”, de Stanley Kubrick, na década de 1970. De acordo com o especialista, o sucesso do corte foi tanto que esse “foi o primeiro trabalho tratado como matéria jornalística”.

Depois disso, o corte passou a colecionar adeptas, e grandes estrelas se tornaram ícones do estilo. Entre elas, os profissionais citam Twiggy, Halle Berry, Milla Jovovich, Victoria Beckham, Michelle Williams, Emma Watson, Anne Hathaway e muitas outras. Entre as celebridades nacionais, Xuxa, Deborah Secco, Ana Paula Arósio e, mais recentemente, Taís Araujo e Debora Falabella não podem ficar de fora da lista.

Mia Farrow e Vidal Sassoon em 1976.
Crédito: Reprodução/huffingtonpost.com

Um corte, muitos estilos

O hair stylist Ralph Hallilovick explica que o comprimento do corte pode variar bastante, por isso é importante respeitar o desejo da cliente que decidir experimentar o estilo. Para ele, algumas noções de visagismo podem ser fundamentais para que o profissional oriente a cliente sobre o que combina com o seu estilo. Além disso, o profissional acredita que esse tipo de corte exige personalidade: “Cabelos curtos pedem ousadia, dinamismo e atitude. Se a pessoa possui estes três requisitos, basta aproveitar”, resume Hallilovick.

Na hora de colocar as tesouras para trabalhar, Heinerich Franz Sorgetz ressalta que é possível iniciar o corte de maneira mais tradicional, respeitando sempre a linha de crescimento dos fios. “Para estilizar o corte podemos optar por texturização com navalhas, tesouras dentadas e também tesoura com fio navalha. Os acabamentos variam de acordo com o estilo da cliente”, explica Sorgetz.

O hair stylist ainda acredita que os cabelos curtos privilegiem mulheres de traços mais longilíneos, “mas nada impede que uma pessoa que não seja magrinha possa encontrar um curto que se torne harmonioso em seu rosto”, explica ele.

Os diferentes tipos de rostos

Sabemos que o formato do rosto pode ser determinante na escolha do corte do cabelo. Isso porque as madeixas têm o poder de valorizar ainda mais a beleza do rosto e suavizar a expressão. No caso dos curtíssimos, além de avaliar as opções para rostos ovais, redondos, triangulares e quadrados, é preciso que a quantidade e a textura dos fios também sejam levadas em consideração, lembram os especialistas.

Rosto oval

Halle Berry, Emma Watson e Debora Falabella.
Crédito: Getty Images e Avenida Brasil/Divulgação

Para suavizar as proporções do rosto, a dica de Hallilovick é investir em franjas retas ou laterais. Outra opção, segundo ele, são os cortes em camadas. Sorgetz lembra que o rosto oval é considerado o mais harmônico, por isso possui uma variedade maior de cortes tanto em fios lisos quanto crespos.

Rosto redondo

Michelle Williams, Anne Hathaway e Miley Cirus.
Crédito: Getty Images

“O rosto redondo pede camadas e desfiados que ajudam a afinar o rosto, deixando com aspecto mais elegante”, explica Sorgetz. O segredo de Hallilovick com os rostos arredondados é sempre investir em franjas diagonais.

Rosto triangular

Rihanna, Ginnifer Goodwin e Taís Araujo.
Crédito: Getty Images e Divulgação/L’Oreal

Os dois profissionais alertam para o cuidado que se deve ter com o excesso de volume nesse formato de rosto. “Este tipo de rosto pede que o corte não provoque muito volume no topo da cabeça, pois isso ressalta o ângulo do queixo que é mais afunilado”, ressalta Sorgetz.

Rosto quadrado

Evan Rachel Wood, Keira Knightley e Victoria Beckham.
Crédito: Getty Images

A dica de Heinerich Franz Sorgetz para os rostos quadrados é investir em fios desfiados para delinear o rosto e suavizar as linhas. “Outra opção são os desestruturados com linhas assimétricas, que dão volume e tiram a atenção das extremidades”, explica Hallilovick.

Como cuidar do seu cabelo curtíssimo

Mais uma vez, a textura dos fios tem uma grande influência no estilo. No geral, os cabelos curtos são fáceis de cuidar e manter, principalmente se sua escolha for pelo visual despenteado. “Hoje há produtos que facilitam muito o dia a dia de quem optou por encurtar as madeixas. Para manter um visual mais arrojado há pomadas com poder de fixação e definição. Elas valorizam não somente o corte, mas também a coloração dos cabelos”, diz Sorgetz.

Crédito: Shutterstock

Se seus fios são lisos e repicados, Ralph Hallilovick recomenda o uso de pomadas para bagunçá-los. Para cabelos cacheados, o profissional aposta na desestruturação, que pode ser feita com leave ins e pomadas para cachos. Por fim, os cabelos crespos podem ser mantidos naturalmente com o auxílio de babyliss e difusores e finalizados com pomadas específicas para esse tipo de fio.

“Vale ressaltar que os cabelos curtos também ficam maravilhosos quando molhados e modelados com gel e pomadas que promovem efeitos molhados ou secos. Assim, eles podem ser usados para trás ou amassados com as mãos para um efeito natural”, completa Hallilovick.

Dentro da rotina de beleza, esse tipo de corte pode ser mantido com shampoo e condicionador de boa qualidade e máscaras de hidratação. Para um efeito mais profundo, Hallilovick recomenda cauterizações e reconstruções capilares para manter a saúde dos fios. Heinerich Franz Sorgetz revela que o segredo dos cabelos curtos também está na visita regular ao salão de beleza: “Para manter o corte é necessário fazer a manutenção em um período médio de 30 a 45 dias, evitando assim que ele fique desajeitado e com aspecto de mal cuidado”, finaliza Sorgetz.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.