Oscar: você sabe por que as estatuetas de ouro têm esse nome?
24
Compartilhamentos

Oscar: você sabe por que as estatuetas de ouro têm esse nome?

Último Vídeo

Em 2013, a noite de gala do cinema foi rebatizada – o que antes era o Annual Academy Awards se tornou simplesmente The Oscars, fato que nos mostra a importância que as pequenas estatuetas ganharam com o passar do tempo. Mas você sabe de onde vem o nome “Oscar”?

A ideia para criar o prêmio que seria entregue anualmente às melhores produções veio do diretor da MGM, Cedric Gibbons. Ele imaginou uma estátua que representasse um guerreiro com uma espada em cima de um rolo de filme. O escultor George Stanley foi o responsável por executar o projeto. Outro detalhe é que as cinco divisões que formam o rolo são uma referência às cinco partes que constituem a Academia: roteiristas, diretores, atores, produtores e técnicos.

A primeira história

Fonte da imagem: Getty Images

A história mais comum acerca do nome do prêmio é que ele foi dado por Margaret Herrick, que era bibliotecária e viria a ser a futura diretora da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (AMPAS, do inglês Academy of Motion Picture Arts and Sciences). Conta-se que quando Herrick viu a estatueta pela primeira vez em 1931, ela comentou que a figura se parecia com seu tio Oscar.

De acordo com Emanuel Levy, autor do livro “All about Oscar: The History and Politics of the Academy Awards (“Tudo Sobre o Oscar: A História e a Política da Premiação da Academia”, em tradução livre), o então colunista Sidney Skolsky estava presente no momento em que Margaret Herrick teria visto a estatueta e feito o comentário sobre seu tio. Mais tarde, ele teria escrito em uma de suas colunas que os “funcionários haviam alegremente batizado sua famosa estatueta de ‘Oscar’”.

Uma outra explicação

Fonte da imagem: Getty Images

Existem aqueles que acreditam que o famoso nome foi, na verdade, inventado pelo próprio Sidney Skolsky. Para sustentar essa teoria, eles se baseiam no livro de memórias lançado pelo colunista em 1975. Lá Skolsky explica que usou o nome “Oscar” pela primeira vez em referência a uma clássica piada de vaudeville – que dizia “Quer um cigarro, Oscar?” – em uma tentativa de tirar sarro da premiação da Academia.

Como a piada fazia sucesso, o uso do nome com relação à estatueta também foi aceito, apesar de carregar uma certa negatividade. A partir de então, Skolsky conta em suas memórias que passou a usar “Oscar” sempre que fosse falar do prêmio em suas colunas, o que ajudou a espalhar e popularizar o nome.

E para provar que o colunista não estava mentindo (ou pelo menos para tornar sua história mais verídica), um artigo de setembro de 1939 da revista Time dizia: “Nesta semana, Sidney Skolsky se juntou ao crescente grupo de escritores que o editor George Backer está reunindo para o seu New York Post. Hollywood acredita que o editor tenha feita a escolha certa, já que Skolsky é um dos melhores colunistas do ramo (ele criou o termo “Oscar” para a premiação da Academia) e é, de longe, o mais popular...”

Mais uma teoria

Fonte da imagem: Shutterstock – Featureflash

Mesmo com todas essas evidências, ainda existem aqueles que duvidam que o colunista realmente tenha sido o responsável por cunhar o nome do prêmio. Muitos defendem que Walt Disney – em seu discurso de agradecimento pelo prêmio de “Os Três Porquinhos”, em 1934 (mesmo ano em que Skolsky cobriu a cerimônia pela primeira vez) – teria se referido à estatueta como “o Oscar”, que supostamente já era um apelido estabelecido dentro da indústria.

De fato, o nome era comumente usado como um apelido jocoso com relação à premiação da Academia (como havia apontado Skolsky), mas essa teoria sustenta que Disney teria sido o primeiro a usar o nome publicamente com um sentido positivo.

Talvez Margaret Herrick realmente tenha comentado que a figura se parecia com seu tio. Ou quem sabe tenha sido Sidney Skolsky o responsável pelo apelido – e, se não foi ele quem o criou, certamente contribuiu muito para popularizá-lo. Fato é que ninguém sabe ao certo a origem do nome “Oscar”, mas parece que conhecer essas divertidas histórias dos bastidores do maior prêmio do cinema vale mais a pena do que desvendar a real origem do nome.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.