Conheça a família que abriu mão da tecnologia para viver como se fosse 1986
1.176
Compartilhamentos

Conheça a família que abriu mão da tecnologia para viver como se fosse 1986

Último Vídeo

Você já parou para imaginar como seria a sua vida se você tivesse que memorizar todos os números de telefones de que precisa? Ou então como seria se precisasse recorrer a uma enciclopédia toda vez que quisesse alguma informação histórica? Imagine o seu dia a dia sem netbooks, tablets ou smartphones – seria difícil, não é mesmo?!

Então conheça o casal canadense Blair e Morgan McMillan, que tem 26 e 27 anos respectivamente, e acabam de mudar radicalmente seu estilo de vida: eles vivem como se estivessem em 1986, o ano em que nasceram.

A influência da tecnologia

De acordo com a notícia do jornal Toronto Sun, a principal motivação do casal para encarar esse desafio foram seus filhos Trey, de 5 anos, e Denton, de 2 anos. Na entrevista em que deu para o noticiário, o pai das crianças explica que as coisas mudaram no dia em que ele convidou seu filho para brincar no jardim, mas tudo o que o menino queria era ficar jogando em seu iPad.

Blair e Morgan perceberam que a tecnologia estava ocupando um espaço muito grande na vida da família e por isso decidiram passar um tempo sem esses recursos. “Estamos criando nossos filhos da mesma maneira que fomos criados por um ano apenas para ver como é”, explica o pai.

Um jeito diferente de ver o mundo

Quando optaram por excluir de suas vidas qualquer tipo de tecnologia que tivesse sido desenvolvida depois de 1986, o casal sabia que seu dia a dia não seria tão simples assim.

A única coisa que foi mantida foi o carro da família, que é um Kia 2010. No entanto, o veículo não dispõe de um GPS, por isso as viagens são realizadas com a ajuda de mapas de papel. E enquanto alguns pais usam as televisões de seus carros para distrair as crianças com filmes e desenhos, os pequenos Trey e Denton ganham a companhia de livros para colorir e adesivos.

Fonte da imagem: Reprodução/National Post

Sem computadores, tablets ou smartphones, o casal tem feito suas operações bancárias diretamente na agência em vez de contar com o conforto do internet banking. No lugar de se entreter com a TV a cabo, Morgan tem passado mais tempo com os livros. Em vez de postar as fotos dos filhos no Instagram, o casal passou a usar rolos de filme para capturar os melhores momentos. E os amigos que visitam a família são obrigados a seguir as regras e manter seus celulares trancados em uma caixa enquanto estão na casa.

O plano dos McMillan é seguir com esse estilo de vida até abril de 2014, quando eles farão um balanço dessa experiência para ver o que eles aprenderam e como seguirão com a educação dos filhos.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.