John Smith, o chefe indígena que dizia ter 138 anos quando morreu
1.609
Compartilhamentos

John Smith, o chefe indígena que dizia ter 138 anos quando morreu

Último Vídeo

Nós aqui do Mega Curioso já falamos em várias ocasiões a respeito de supercentenários, isto é, pessoas incrivelmente longevas e que estão entre as mais velhas do mundo. E é claro que esses idosos sempre têm coisas sensacionais para contar, o que geralmente é o caso com alguém que vive tanto! Pois recentemente nos deparamos com a curiosa história de um chefe indígena norte-americano, chamado John Smith, que dizia ter 138 anos quando morreu, e achamos que seria legal compartilhar com vocês.

Segundo o pessoal do site Rare Historical Photos, John Smith pertencia a um grupo indígena chamado Chippewa e também era conhecido pelos nomes tradicionais Ga-Be-Nah-Gewn-Wonce e Kay-bah-nung-we-way. Ele ainda era chamado pelos apelidos “Índio Velho”, “Carne Enrugada” e “Pele Escamenta” — esses dois últimos não eram muito carinhosos, né? — e realmente parecia extraordinariamente velho! 

Falha de memória

Dizem que, no decorrer de sua looonga vida, John participou de guerras, aconselhou muitos membros de sua comunidade, andou muito a cavalo e até apareceu em filmes de cinema. Ele também teve oito esposas, mas nenhum filho. Por essa razão, o chefe decidiu adotar um menino, a quem chamou de Tom Smith.

Quantos anos você daria para ele?

De acordo com o obituário publicado pelo The Minneapolis Morning Tribune, John Smith faleceu em 1922 e dizia ter 138 anos. No entanto, ninguém sabe se ele realmente era tão velho assim quando faleceu, e um oficial do governo afirmou certa vez que, segundo os registros federais, o índio, na verdade, tinha apenas 88 anos, e que a extraordinária quantidade de rugas que ele tinha se devia a algum problema de saúde.

Velho, mas nem tanto

E de onde foi que o Governo dos EUA tirou as informações necessárias para determinar a idade do chefe? John Smith costumava contar que tinha entre 7 ou 8 anos de idade quando “as estrelas caíram” — talvez entre 8 e 9 ou 10 anos; a memória falha um pouco quando alguém chega aos 138 anos! Segundo o pessoal do Rare Historical Photos, ao falar das estrelas, o índio se referia à chuva de meteoros Leônidas, que aconteceu no dia 13 de novembro de 1833.

Ele exagerava um pouco na idade, mas a gente perdoa!

Pois essa lembrança foi usada para estimar a idade de John, uma vez que o governo norte-americano se baseou na chuva de meteoros para determinar as datas de nascimento de índios nascidos no século 19. Além disso, esse acontecimento celeste foi bastante marcante, já que causou um tremendo espanto entre indígenas e não indígenas da época — e não faltou quem pensasse que se tratava do fim do mundo.

Assim, embora John Smith afirmasse ter 138 anos de idade quando morreu, fazendo as contas com base em suas lembranças, ele tinha pouco menos de 90 ao falecer. Contudo, independente da pequena falha de memória do chefe, as incontáveis linhas de seu rosto inegavelmente servem de prova de que ele certamente teve uma longa existência repleta de experiências.

***

O Mega está concorrendo ao Prêmio Influenciadores Digitais, e você pode nos ajudar a sermos bicampeões! Clique aqui e descubra como. Aproveite para nos seguir no Instagram e se inscreva em nosso canal no YouTube.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.