Depois de ter roupa criticada, mulher passou a ir trabalhar fantasiada
2.038
Compartilhamentos

Depois de ter roupa criticada, mulher passou a ir trabalhar fantasiada

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

A norte-americana June J. Rivas afirma ter sido criticada pela chefe recentemente. O motivo? A forma como ela se veste – aparentemente, o que incomodou a chefia foi o uso de um lenço na cabeça, como você pode ver na primeira foto da galeria abaixo. Após perceber a conduta abusiva da sua superiora, Rivas foi atrás de seus direitos e protocolou uma reclamação formal.

No que configurou como assédio moral, Rivas ressaltou que seu contrato de admissão deixa claro que não há regras com relação ao vestuário os funcionários. A resposta à reclamação veio por meio de um memorando, que passou a proibir o uso de chapéus, laços, lenços e “adereços culturais”.

E cosplay? Tá proibido também?

Após reportar o caso à Justiça norte-americana, Rivas passou a ir trabalhar fazendo cosplay de vários personagens famosos da cultura pop. “Eu tenho que vir trabalhar todo dia com uma roupa que atenda às diretrizes”, disse ela, que agora aparece no escritório com as mais diferentes e divertidas fantasias enquanto não recebe um veredito a respeito do seu processo judicial. O que você achou da atitude dela?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.