8 dos pães mais diferentões do mundo
150
Compartilhamentos

8 dos pães mais diferentões do mundo

Último Vídeo

1 – Pãozinho doce de unicórnio

Unicórnios estão realmente na moda e, se você quer levar essa tendência até a mesa do café, saiba que existe uma confeitaria – a Houston’s El Bolillo – que vende pãezinhos doces multicoloridos. A novidade deu tão certo que os quitutes não ficam muito tempo nas prateleiras.

2 – Você pagaria pelo pão mais caro do mundo?

O quilo do pãozinho já não custa muito barato, não, mas nada se compara ao chiquérrimo Pan Piña, produzido em uma padaria espanhola. Só para você ter ideia, cada pão, que pesa 400g, custa o equivalente a R$ 385. A receita desse pãozinho leva farinha de trigo, espelta (que é outro tipo de trigo) e mel. Para o toque final, temos 250 mg de ouro em pó para enfeitar a estrela do café mais ostentação do mundo.

3 – Para quem curte “O Despertar da Força”

Pois é, jovem padawan, com um pouco de boa vontade, você vai poder fazer seu próprio pão verde. Anote a receita: ¼ de copo de farinha; duas colheres de sopa de açúcar; meia colher de chá de fermento em pó; ¼ de uma colher de chá de sal; uma colher de chá de canela em pó; três colheres de sopa de leite; meia colher de chá de extrato de baunilha; e três gotinhas de corante comestível verde. Confira a receita completa no vídeo abaixo e, se fizer mesmo, não deixe de nos contar como ficou o resultado:

4 – Cabeças de pão

Kittiwat Unarrom gosta de fazer pães assustadoramente artísticos e, como trabalha na padaria de seu pai, na Tailândia, a criatividade tem espaço para correr solta. Unarrom gosta mesmo é de modelar os pães no formato de partes do corpo humano em sua configuração menos bonita, digamos assim. A pergunta que não quer calar é: você comeria uma fatia desse assustador pãozinho?

5 – Pão enlatado

Parece bizarro – e é um pouco mesmo –, mas a B & M Baked Beans, de Boston, realmente produz pães enlatados. Os quitutes são escuros e densos – o gosto também é diferente, levemente picante, e a cremosidade do pãozinho se deve à utilização de manteiga em seu processo de fabricação. A cor escura vem do melaço.

6 – Pão de Pompéia

Eis um pão antiquíssimo! Ele foi produzido na Pompéia e preservado pelas cinzas vulcânicas do Vesúvio. Acredita-se que o pão tenha sido feito no primeiro século d.C. As marcas visíveis no topo do pão eram uma espécie de selo da fabricação romana, para evitar fraudes. Na inscrição está escrito: “Propriedade de Celer, escravo de Q. Granius Verus”.

7 – Pão de farinha de grilo

Assim, em um primeiro momento, esse pãozinho parece apetitoso, não é mesmo? Acontece que ele é feito com farinha de grilo. O pão, que é livre de glúten, tem alto teor proteico e, por isso, seu preço é maior do que o pão comum. A farinha de grilo tem 15% a mais de ferro do que espinafre e duas vezes mais do que um bife de gado. E aí, você encararia?

8 – Pão de carvão

Tem muita gente por aí apostando no carvão ativado na hora de preparar alimentos, até mesmo porque se acredita que a ingestão do ingrediente traz benefícios à saúde, especialmente se a ideia for desintoxicar o corpo, aliviar incômodos intestinais e, olha só que beleza, curar a ressaca.

Ainda que algumas pessoas já comercializem o pão feito com carvão ativado com um apelo à boa saúde, a verdade é que o uso do ingrediente acaba descaracterizando o pão, como afirma o Ministério de Saúde da Itália.

***

O Mega está concorrendo ao Prêmio Influenciadores Digitais, e você pode nos ajudar a sermos bicampeões! Clique aqui e descubra como. Aproveite para nos seguir no Instagram e se inscreva em nosso canal no YouTube.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.