Foie-ck A Duck: o hambúrguer que é proibido em mais de 14 países
530
Compartilhamentos

Foie-ck A Duck: o hambúrguer que é proibido em mais de 14 países

Último Vídeo

O Foie-ck A Duck é um hambúrguer que pode parecer muito suculento para muitas pessoas, especialmente com base na imagem que vemos aqui no topo do texto. Composto por diversos ingredientes especiais, ele é um prato bastante específico e possui como principal destaque o foie gras – ingrediente um tanto polêmico em diversos países.

Se você não sabe o que é, o foie gras é caracterizado por ser o próprio fígado ou o patê de fígado de um pato ou de um ganso que foi superalimentado (leia-se, alimentado a força) para que seu órgão engorde exageradamente e ganhe outro tipo de gosto. Apesar de ser um método muito antigo e bastante tradicional, existem várias organizações que apontam que o foie gras é um método cruel com os animais, já que eles são alimentados até oito vezes diariamente para que ganhem peso e o seu fígado engorde.

Um método antigo e considerado cruel

A França é o país em que mais há produção de foie gras, juntamente com o Canadá. Em mais de 14 países, que incluem Argentina, Áustria, Dinamarca, Finlândia, Alemanha, Irlanda, Israel, Noruega, Polônia, Luxemburgo, Reino Unido, Suécia, Suíça e o Estado da Califórnia nos Estados Unidos, a produção do foie gras é totalmente ilegal. Portanto, o hambúrguer em questão, o Foie-ck A Duck, não pode ser produzido nessas regiões.

Contudo, não existem problemas se as carnes forem transportadas de um local para outro, desde que não sejam fabricadas nos países mencionados. Por se tratar de um prato requintado, o foie gras não pode ser considerado exatamente popular, apesar de a sua disponibilidade ter aumentado com o passar dos anos (sendo que hoje já existe o hambúrguer de foie gras).

Instituições dos direitos dos animais procuram fomentar o debate sobre o alimento em questão, para quem sabe um dia a prática da alimentação forçada (conhecida também como gavage) seja banida por mais países.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.