Dia do Amor? Não. Feliz Dia do Pão de Queijo!
103
Compartilhamentos

Dia do Amor? Não. Feliz Dia do Pão de Queijo!

Último Vídeo

Segunda-feira pode até ser o dia mais odiado da semana pela maioria das pessoas, mas esta, 17 de agosto de 2015, tem que ser diferente. Hoje é o Dia do Amor. Ah... o amor! Tema que inspirou William Shakespeare, José de Alencar, Álvares de Azevedo, Zezé di Camargo, Luciano e muitos outros apaixonados mundo afora.

E será que tem coisa melhor que o amor? Tem, é claro: o pão de queijo. E como hoje também é o Dia do Pão de Queijo, nós deixaremos o amor de lado para falar dele, que é fofinho, gostoso, saboroso e uma preciosidade da culinária brasileira.

Afinal, ao contrário do amor, o pão de queijo nunca te fez sofrer.

Ao contrário do amor, o pão de queijo nunca te fez acordar às três horas da manhã para stalkear o Facebook alheio para saber se o seu namorado deixou alguma mensagem suspeita apareceu na timeline de uma amiga.

Ao contrário do amor, o pão de queijo nunca te deixou desidratado de tanto chorar e nem causou palpitação à espera daquela ligação que nunca veio.

Por isso, vamos celebrar a data de hoje com uma receita especial do salgado mais amado pelos brasileiros. Ela foi ensinada pelo chef Paulo Machado no site Tudo Gostoso. Você vai precisar de:

  • 1 xícara de leite
  • 50 ml de óleo de soja
  • 50 ml de água
  • 250 g de polvilho azedo
  • 1/2 colher de sal
  • 1 ovo
  • 250 g de queijo Minas (meia cura ou padrão) ralado

Muito simples, não é mesmo? Agora, como misturar tudo isso e ter um monte de pãezinhos de queijos deliciosos? Mais simples ainda. Anota o modo de preparo:

1º – Leve ao fogo a água, o leite e o óleo até começar a ferver;
2º – Em uma tigela, coloque o polvilho e o sal;
3º – Depois de levantar fervura, coloque a mistura da panela na tigela do polvilho, escaldando-o;
4º – Quando a massa estiver menos quente, adicione o ovo e o queijo;
5º – Sove bem a massa até que ela fique uniforme e grudando pouco nas mãos;
6º – Leve a massa à geladeira por 30 minutos, para que ela fique firme;
7º – Retire a massa da geladeira;
8º – Unte as mãos com óleo e forme bolinhas com a massa, dispondo-as em assadeira untada;
9º – Leve ao forno preaquecido a 180 graus por cerca de 12 minutos ou até que os pães de queijo fiquem dourados.

E pronto, agora é só você se deliciar com um dos pratos mais tradicionais da comida mineira – e do Brasil. Enquanto isso, você sabe qual a origem do pão de queijo? Então senta que lá vem história.

Origem do pão de queijo

Dizem lá nas bandas mineiras que o pão de queijo foi inventado no século 18 no sul do estado por escravos que precisavam fazer pão, mas que nem sempre tinham um dos ingredientes básicos para isso: a farinha de trigo.

E como os brasileirim sempre deram o seu jeitim, os mestre-cucas da época resolveram trocar a farinha pelo polvilho, que é derivado da mandioca. Daí foi só acrescentar o queijo, que já era tradicional na região mesmo naquela época, e pronto! Estava criado o melhor companheiro para um chá da tarde, café da manhã, lanche, sessão de cinema, praia, piscina, viagens... Você pode comer onde e quando quiser!

Afinal,

“Eu não vou negar que eu sou louco por você, tô maluco pra te ver, eu não vou negar.

Eu não vou negar sem você tudo é saudade, você traz felicidade, eu não vou negar.

Eu não vou negar você é meu doce mel pão de queijo, meu pedacinho de céu, eu não vou negar.

Você é minha doce amada meu salgado amado, minha alegria, meu conto de fadas, minha fantasia, a paz que eu preciso pra sobreviver.

Eu sou o seu apaixonado de alma transparente, um louco alucinado meio inconsequente, um caso complicado de se entender.

É o amooooor

Que mexe com minha cabeça e me deixa assim

Que faz eu pensar em você e esquecer de mim

Que faz eu esquecer que a vida é feita pra viver”

***

Tenham todos um feliz Dia do Pão de Queijo! Afinal, isso sim é amor. E nós do Mega Curioso também queremos aproveitar para desejar um feliz aniversário para o Zezé di Camargo, que completa 53 anos nesta segunda-feira!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.