Conheça 10 heróis mascarados que combatem o crime na vida real
257
Compartilhamentos

Conheça 10 heróis mascarados que combatem o crime na vida real

Último Vídeo

Batman, Super-Homem, Homem de Ferro, Mulher Maravilha e Capitão Austrália são vigilantes mascarados que protegem... Espera, não seria Capitão América? Não. Nada disso. O Capitão Austrália é na verdade um super-herói da vida real, cuja função é combater o crime nas ruas e trazer uma mudança positiva para a comunidade – pelo menos, essa é a intenção.

O uniforme dos vigilantes mascarados não difere muito do que é visto nos quadrinhos, ou seja, os cintos de utilidade, as botas de couro, os apetrechos de defesa, as máscaras e, em alguns casos, até mesmo as capas fazem parte do vestuário. Mas não pense que se vestir como um herói é o bastante para entrar na liga – embora usar um uniforme também seja parte importante do processo.

Ser um vigilante da vida real é proteger as pessoas, mantê-las a salvo e ser um exemplo para a comunidade. Embora sem superpoderes, os heróis reais são muito dedicados na luta contra o crime. Afinal, Bruce Wayne, Rorschach e Kick-Ass também não possuem poderes alguns, mas não deixam de enfrentar terríveis vilões.

Todavia, patrulhar as ruas é perigoso: cerca de 200 mascarados já foram feridos. A seguir, você confere uma lista com 10 heróis reais que dedicam suas vidas ao combate do mal:

1. Mr. Extreme

O herói e sua “Xtreme Justice League” (um grupo fundado pelo próprio Mr. Extreme) são comprometidos com a luta contra o crime na cidade de São Diego e redondezas. Como não poderia deixar de ser, a identidade do vigilante é inteiramente desconhecida, só se sabe que ele trabalha como segurança durante o dia e dedica sua vida contra o mal de noite.

Motivado por sua própria história pessoal – o herói foi sobrevivente de um crime violento –, Mr. Extreme sai todas às noites protegendo as ruas, ajudando os cidadãos e prestando serviços sempre no local em que é necessário. Cada super-herói na “Xtreme Justice League” possui seu próprio estilo individual.

Howstuffworks

O uniforme do herói é uma mistura eclética que inclui colete à prova de balas e óculos estilizados. No total, Mr. Xtreme carrega cerca de 9 a 18 quilos de equipamentos todas as vezes em que patrulha as ruas.

2. Angle Grinder Man

Quem usa um collant azul claro, uma máscara dourada que combina com as botas, carrega uma afiadora angular enorme para onde quer vá e só aparece nas noites mais densas para ajudar os cidadãos da Grã Bretanha? Esse é o Angle Grinder Man, um herói da vida real que atende no condado de Kent (e nos fins de semana em Londres), na Inglaterra.

Memorandom

A identidade do rapaz já foi descoberta, mas isso não o impede de combater o crime. Seu lema é: “Desprezo os políticos desonestos que o povo os colocou no poder, e a quem eles dizem representar. ” Em suas vigias noturnas, o herói patrulha as ruas em busca de carros que tenham sido apreendidos com braçadeiras de rodas – algo que acontece quando o motorista recebe muitas multas por estacionamento.

Na Inglaterra, o proprietário do carro apreendido deve pagar a multa devida para liberar o carro ou pode aguardar até que o vigilante amigo da vizinhança faça seu trabalho. Em menos de um minuto, o herói coloca sua afiadora angular em uso e corta as “amarras da liberdade”.

3. Superbarrio

Marco Rascón Córdova, também conhecido como Superbarrio, é um advogado que emprega seus ensinamentos para defender os direitos dos cidadãos moradores dos bairros mais pobres e trabalha a favor da classe operária mexicana. O uniforme do herói – assim como sua retórica – é de chamar a atenção: ele é inspirado no personagem mascarado El Santo, um lutador de lucha libre, ator e herói folclórico do país do Chaves.

Culture Town

Além da mascará vermelha, o traje também inclui um collant e uma capa amarela, fora um par de botas douradas. Rascón largou a escola para se tornar um vigilante e acabou se transformando em um símbolo dos protestos políticos no México nas duas últimas décadas.

4. Capitão Austrália

Na ativa desde 2009, o Capitão é um homem de 30 e poucos anos, pai de duas crianças e gentil com os animais. Sua cidade de ação é Brisbane, na Austrália. Consegue adivinhar da onde ele tirou a ideia para iniciar seus atos heroicos? Claro que foi do Kick-Ass. Seu uniforme é idêntico ao do personagem criado por Mark Millar, com exceção do símbolo de “@” estampado no peito

The Courier-Mail

Segundo o vigilante, ele é um mestre na arte do judô, jiu-jitsu, kung-fu e caratê. Como se não bastasse, ele também já foi campeão amador de boxe, possui vastos conhecimentos de parkour, conhece inúmeros detalhes da psicologia criminal e domina a arte da escapologia, ou seja, consegue fugir de qualquer situação, mesmo que amarrado. Sua grande fraqueza: tem medo de altura.

5. Crinsom Fist

O Crimson Fist enfrenta seu nemesis nas ruas de Atlanta, na Geórgia. Quem seria o inimigo? A falta de moradia, além disso ele também intervém em crimes ocasionais. Quando não está atuando como programador, o herói de pouco mais de um metro e meio distribui alimentos e roupas para os desabrigados na área de Atlanta.

Howstuffwork (2)

Vestindo um collant branco e uma máscara vermelha para proteger sua identidade, o herói tira do próprio bolso para ajudar os necessitados. Os itens doados incluem roupas, sapatos, blusas de frio, garrafas d’água e outros acessórios necessários em comunidades sem teto.

6. Menganno

Esse é o super-herói argentino. Vestido com uma armadura negra, capacete e escudo azul, Oscar Lefosse patrulha as ruas de Buenos Aires. Com 43 anos de idade, o herói é um policial aposentado que acabou sendo afastado também do vigilantismo.

Impactony

Em 2013, Lefosse atirou em alguns criminosos e foi incriminado por portar uma arma ilegal, pois sua licença já havia expirado. Segundo o herói, ele só disparou em legítima defesa, uma vez que estava protegendo a si próprio e a esposa. Quanto a arma, Menganno afirmou que a mantém em casa enquanto está nas ruas combatendo ao crime.

7. Lion Heart

Movido pela doença e morte que presenciou em seu país, Lion Heart é um herói atuante da Libéria, na África do Ocidental. Seu objetivo é defender a importância da água potável. Em sua missão, o herói atua como um educador, espalhando conhecimentos sobre os perigos de se beber água sem tratamento – o que incluí diarreia, cólera, disenteria e outras doenças estomacais.

Real Life Superheroes project

Como seis entre sete liberianos costumam utilizar a moita como banheiro – uma vez que o acesso à toaletes e saneamento básico são escassos na Libéria–, Lion Heart também concentra seus esforços em educar os moradores de vilarejos sobre saneamento, higiene e como preparar a água antes de bebê-la.

8. Batman de Petoskey

Mark Wayne William – isso mesmo, não é o Bruce – é conhecido por patrulhar as ruas de Petoskey, em Michigan. Todas as noites, Mark veste o manto do homem morcego (bem parecido com o da série dos anos 60) com direito à mascara, capuz e cinto de utilidades.

Embora o homem se esforce para tentar manter as ruas a salvo, ele é mais conhecido pelas suas transgressões contra a lei. Wayne já foi preso diversas vezes, incluindo uma vez em que a polícia foi chamada para salvar um homem vestido de Batman e que estava pendurado em um prédio.

Howstuffworks (3)

Além desse caso, ele também já foi preso quando os policiais revistaram seu cinto de utilidades e encontraram um spray de pimenta, um cassetete e outros itens ilegais. O suposto Batman também foi acusado por resistir a prisão e atrapalhar o trabalho policial, pegando uma pena de seis meses – o que o forçou a pendurar o manto por algum tempo.

9. Master Legend

Esse super-herói veste uma capa prateada e uma máscara para proteger sua verdadeira identidade. Sua área de atuação é em Orlando, na Flórida, junto com seus amigos da “Cruzada da Justiça”. Desde pequeno, Master Legend demonstrava aptidão para o trabalho de super-herói. Na segunda série, o jovem criou sua primeira máscara para seu alter-ego Capitão Meia-noite, protetor contra o bully nas escolas.

Hoje em dia, Master Legends ajuda a manter as ruas de Orlando a salvo e defende os desabrigados, anciões e famílias com baixa renda. Além disso, o super-herói também é um modelo para os outros heróis. Em 2009, ele fundou a “Team Justice Inc.”, a primeira organização sem fins lucrativos com abordagem heroica para promover atos de caridade.

Real Life Superheroes

As doações enviadas para a equipe são redirecionadas para comunidade na forma de ações sociais e eventos humanitários.

10. Phoenix Jones

Junto com os outros super-heróis do “Rain City Superhero Movement”, Phoenix Jones luta contra o crime na cidade de Seattle, nos Estados Unidos. O esquadrão de super-heróis da vida real possuí cada qual uma identidade imponente, entre eles: “Green Reaper”, “No Name” e “Catastrophe”. Eles saem para patrulhar todas as noites e carregam com eles cassetetes, sprays de pimenta e tasers – fora o bom e velho celular.

NPR

Entre todos os super-heróis, Jones é o que mais se assemelha com as versões dos quadrinhos. Ele veste uma armadura semelhante àquela do Batman, incluindo colete e protetor de sexo à prova de balas, placas anti-trauma nos braços e nas pernas. Assim como seus companheiros, Jones esconde sua verdadeira identidade por trás de uma máscara; suas vestes são pretas e douradas.

Entretanto, a verdadeira identidade do herói foi revelada em 2011, quando ele foi preso. Benjamin John Francis Fodor é professor e pai de duas crianças.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.