10 festivais fascinantes que são celebrados pelo mundo
47
Compartilhamentos

10 festivais fascinantes que são celebrados pelo mundo

Último Vídeo

Já estamos às vésperas do Carnaval, essa que, sem dúvida nenhuma, está entre as maiores e mais populares festividades do planeta. Contudo, existem muitas outras celebrações por aí — umas mais famosas, outras nem tanto — que são pra lá de interessantes, mas sobre as quais muita gente nunca sequer ouviu falar. Pensando nisso, nós aqui do Mega Curioso decidimos entrar no clima de festa e selecionar 10 festivais fascinantes para você conhecer. Confira:

1 – Songkran

Local: Tailândia

O Songkran é celebrado na Tailândia anualmente entre os dias 13 e 15 de abril e coincide com as festividades de ano novo de vários países do sul e sudeste asiáticos. Durante a comemoração, ocorrem verdadeiras batalhas de água nas quais os participantes ensopam uns aos outros com o objetivo de “lavar” todo o mal de suas vidas.

2 – Día de los Muertos

Local: México

O Día de los Muertos é celebrado anualmente no México entre os dias 1º e 2 de novembro — correspondendo ao Dia de Todos os Santos e Dia de Finados —, e por todo o país ocorrem festas pra lá de curiosas. Em Mixquic, por exemplo, ocorre uma procissão na qual os habitantes seguem um caixão do centro da cidade até cemitério e, uma vez lá, passam a noite em vigília junto aos túmulos iluminados à luz de velas.

Também é comum que ocorram banquetes e festas de rua embalados com danças e músicas folclóricas, e a imagem acima mostra um grupo de mulheres produzidas para as festividades, que são especialmente populares nas cidades de Merida e Aguascalientes — onde inclusive ocorre o Festival de las Calaveras todos os anos entre o finalzinho de outubro e o começo de novembro.

3 – Holi

Local: Índia

O Holi, ou Festival das Cores, é uma animada comemoração hindu realizada na Índia anualmente. Ela ocorre durante o Phalgun Purnima — lua cheia que acontece no final de fevereiro ou começo de março — para celebrar a chegada da primavera e serve para simbolizar o triunfo do bem sobre o mal.

4 – Festival dos Elefantes

Local: Jaipur, Índia

Celebrado anualmente em Jaipur, na Índia, o Festival dos Elefantes ocorre na véspera do Holi e, portanto, também cai na lua cheia durante o Phalgun Purnima, que acontece entre fevereiro e março. A festividade está associada à divindade Ganesha, que, para os hindus, é uma das figuras mais veneradas e importantes de sua religião, sendo responsável por remover os obstáculos do caminho dos fiéis.

O festival é marcado por procissões de cavalos, camelos, dançarinos e, evidentemente, elefantes — que desfilam vestidos e pintados com cores vibrantes e embelezados com joias. O exemplar mais bonito do desfile é premiado, e, além disso, também ocorrem atividades como corridas entre elefantes e jogos de polo sobre paquidermes, assim como competições de cabo-de-guerra nas quais os animais mais fortes são escolhidos e enfrentam grupos de 19 pessoas.

5– Yi Peng

Local: Reino de Lanna, Tailândia

Também conhecido como Yee Peng, este belo festival de luzes ocorre no norte da Tailândia e é celebrado para demonstrar respeito por Buda. A festa ocorre durante a lua cheia do segundo mês do calendário Lanna — que geralmente cai em meados ou final de novembro, apesar de as datas exatas variarem anualmente. Segundo a crença local, as lanternas são liberadas e levam consigo, especialmente se elas desaparecerem de vista, a má sorte e a energia negativa.

6 – Kukery

Local: Bulgária

Celebrado desde 2 mil a.C., o Kukery consiste em um tradicional festival búlgaro no qual os participantes realizam uma série de rituais em honra do deus Dionísio para espantar os maus espíritos. Ele ocorre anualmente no final de janeiro durante três dias, e jovens rapazes saem às ruas vestindo fantasias coloridas e máscaras assustadoras que muitas vezes contam com duas feições — uma sorridente e outra ameaçadora — para simbolizar a coexistência entre o bem e o mal.

7 – Festival do Deserto de Jaisalmer

Local: Rajastão, Índia

Com duração de três dias, este interessante festival ocorre anualmente no mês de fevereiro em Jaisalmer, cidade localizada no estado indiano do Rajastão. No decorrer das festividades, além de muita música, dança e comidinhas regionais, são realizados jogos de polo e corridas de camelo e competições pra lá de curiosas, como de amarração de turbantes, a que escolhe o melhor bigode da festa e até a que elege o “Mr. Deserto”!

8 – Els Enfarinats

Local: Ibi, Espanha

Comemorado todos os anos no dia 28 de dezembro, Els Enfarinats é um festival de muita bagunça que ocorre na cidadezinha de Ibi, na Espanha. Essa data coincide com o Día de los Santos Inocentes — versão espanhola do Dia da Mentira — e, durante a farra, os habitantes se vestem de militares, assumem o controle da localidade, declaram uma porção de leis absurdas e inclusive multam quem infringir as novas regras.

Depois, os participantes se enfrentam em uma divertida batalha épica na qual atacam uns aos outros usando bombas de farinha e ovos e estouram um bocado de bombinhas. E, no fim da “guerra”, todo o dinheiro arrecadado por meio da coleta de multas é doado para organizações de caridade de Ibi.

9 – Festival de Lama de Boryeong

Local: Boryeong, Coreia do Sul

O Festival de Lama de Boryeong vem sendo celebrado desde meados da década de 90 e teve início graças à campanha de uma companhia de cosméticos. Atualmente, o evento conta com duas semanas de duração, e mais de 2 milhões de pessoas participam das atividades — que incluem piscinas e escorregadores e têm até um curso de treinamento militar no qual os aspirantes a “cadete” precisam deslizar pela lama durante vários exercícios.

10 – Fallas

Local: Valência, Espanha

As Fallas são uma tradicional festa valenciana que ocorre em março, culminando no dia 19, ou seja, no Dia de São José. Para entender o que acontece durante as festividades, imagine uma porção de escolas de samba (as Fallas) cujos integrantes (os falleros) montam centenas de esculturas (equivalentes aos carros alegóricos) feitas principalmente de madeira e papel machê — algumas com mais de 20 m de altura— compostas, em sua maioria, por figuras satíricas que tiveram destaque local e internacional durante o ano e que competem pelo título de melhor do ano.

As festividades também são marcadas por diversos eventos, como a mascletà — “singela” queima de fogos da qual você pode conferir um exemplo no vídeo acima —, a Nit del Foc, que corresponde a um esperado espetáculo de fogos de artifício que acontece às margens do Rio Turia, procissões com oferendas de flores, votação da melhor Falla do ano e, finalmente, a Nit de la Cremà, quando todas as esculturas criadas pelas Fallas são queimadas até o chão.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.