(Fonte da imagem: Reprodução/BBC)

De acordo com a BBC, uma nova espécie de dinossauro, provavelmente a mais antiga do planeta, pode ter sido encontrada por um grupo de pesquisadores. O mais interessante é que a descoberta não foi feita em algum sítio arqueológico ou escavação, mas sim em um museu.

Segundo a BBC, os ossos pertencem a um Nyasasaurus parringtoni, que provavelmente habitou o nosso planeta entre 10 e 15 milhões antes que os demais espécimes descobertos até agora, ou seja, durante o Triássico Médio, há 245 milhões de anos. Os pesquisadores acreditam que o dinossauro tido em média 2 ou 3 metros de comprimento, pesava entre 20 e 60 quilos, contava com uma longa cauda e caminhava sobre as suas duas patas.

O fóssil, na verdade, foi encontrado há aproximadamente 80 anos próximo ao Lago Nyasa, na África, mas havia sido catalogado e arquivado no Museu de História Natural de Londres por não apresentar um esqueleto completo. A equipe que reexaminou os ossos afirma que a nova espécie se encaixa perfeitamente no vazio evolucionário entre o período no qual os dinossauros devem ter surgido no planeta até a sua era de domínio sobre a Terra.