5 medidas curiosas adotadas por companhias para economizar dinheiro
71
Compartilhamentos

5 medidas curiosas adotadas por companhias para economizar dinheiro

Último Vídeo

Digamos que você decide fazer uma viagem — ou trocar de carro, comprar um smartphone novo etc. — e para isso, precisa economizar uma graninha. Normalmente, a primeira coisa que fazemos nessas situações é reduzir os gastos cortando coisinhas que consideramos supérfluas. Mas, e no caso de grandes companhias, que contam com milhares de funcionários e precisam arcar com os custos de manter não só a força de trabalho como sua infraestrutura?

Em alguns casos, essas empresas não têm outra escolha além de — infelizmente — dispensar parte de seus trabalhadores. No entanto, existem exemplos por aí de companhias que encontraram soluções pra lá de curiosas e surpreendentemente efetivas para economizar muito dinheiro. Confira a seguir cinco medidas interessantes que selecionamos para você:

1 – A famosa azeitona

Na verdade, esta medida adotada pela American Airlines se tornou bem famosa em todo o mundo. Nos anos 80, a companhia decidiu reduzir uma única azeitona das saladas servidas a bordo, e o corte resultou em uma economia anual estimada entre US$ 40 mil e US$ 500 mil (cerca de R$ 88 mil e R$ 1,1 milhão, respectivamente).

2 – Folguinha coletiva

A gigante Cisco Systems — uma multinacional dedicada à indústria das telecomunicações — decidiu suspender suas atividades, dando a todos os funcionários férias coletivas de apenas quatro dias, de 29 de dezembro a 2 de janeiro. Segundo as estimativas, essa simples medida, parte de uma ação contábil e para redução de custos, resultou em uma economia de nada menos do que US$ 1 bilhão!

3 – McQueijo

Até o McDonald’s já adotou medidas simples para economizar dinheiro. Em 2008, a rede de restaurantes decidiu reduzir a quantidade de fatias de queijo do “Double Cheeseburger” de duas para apenas uma, renomeando o lanche como “The McDouble”. A troca resultou em uma economia de 6 centavos de dólar por sanduíche e, anualmente, isso se traduziu em uma redução de aproximadamente US$ 15 mil (cerca de R$ 33 Mil) por restaurante.

4 – Esquerda proibida

A UPS — uma gigante dedicada ao transporte de encomendas — conta com uma frota de 96 mil veículos, então, você pode imaginar que conta de combustível da companhia não é nem um pouco baixa. Pois, estudando uma forma de reduzir custos, alguém percebeu que o consumo é maior quando os motoristas dobram à esquerda e, em 2004, foi instituída a política de que os funcionários responsáveis pelas entregas deveriam evitar de tomar essa direção.

E sabe o melhor? Desde que a medida foi adotada, a UPS não só passou a economizar quase 38 milhões de litros de combustível anualmente, como reduziu as emissões em uma proporção equivalente a tirar de circulação 5,3 mil carros todos os anos.

5 – Redução de medidas

A companhia aérea de baixo custo Ryanair é conhecida por cortar tudo o que é possível para reduzir gastos desnecessários, como diminuir a quantidade de gelo servido e o tamanho das revistas de bordo e, assim aliviar o peso — e o consumo de combustível — durante os voos. E não é que a redução na dimensão da revista deu resultado! Uma estimativa apontou que a empresa economizou cerca de US$ 650 mil (aproximadamente R$ 1,4 milhão) com a medida.

Pois outra ação mirabolante envolveu incentivar as aeromoças a fazer um regiminho e reduzir medidas. Como incentivo para o alívio de peso extra a bordo, a Ryanair ofereceu a oportunidade de que as comissárias aparecessem em um calendário anual da companhia — comercializado, evidentemente — usando roupas de banho. O montante economizado com esta medida ainda não foi divulgado.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.