Conheça 9 estranhos conselheiros que apoiaram o nazismo
357
Compartilhamentos

Conheça 9 estranhos conselheiros que apoiaram o nazismo

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Uma das maiores atrocidades dos tempos modernos foi o desenvolvimento do movimento nazista. Os eventos que levaram à escalada desse terror começaram logo após a Primeira Guerra Mundial. A derrota da Alemanha levou a uma reorganização política, incluindo um novo nome: República de Weimar. A nação conseguiu bons avanços, mesmo com tantos danos sofridos durante a guerra, e prosperou graças aos investimentos externos na metade da década de 1920.

A maré mudou um pouco com a crise econômica e tornou-se um caos com a quebra da Bolsa de Valores de Nova York, em 1929. Um país em frangalhos, sofrendo por ter sido despedaçado por outras nações, assistia então ao surgimento de um partido com discurso patriota e frases de efeito.

“Alemanha acima de tudo”, pregava o audacioso militar. O discurso era inflamado, e aqueles contrários às suas ideias eram atacados e mortos. Com a ascensão de Hitler ao poder, várias pessoas pegaram carona tentando escalar seus próprios interesses. Confira a lista com 9 aliados nazistas bizarros.

1 - Erik Jan Hanussen

Erik ficou famoso em meados da década de 20 com suas previsões e adivinhações. Basicamente, ele enganava toda a plateia: conseguia que alguém lhe informasse dados sobre as pessoas e depois fazia seu show logrando o público.

Jan era ambicioso e, sabendo da escalada política de Adolf Hitler, buscou se aproximar do líder militar e ganhar sua confiança, inclusive prevendo a ascensão do comandante. A queda de Hanussen aconteceu quando um jornal publicou uma matéria afirmando sua origem semita. O charlatão não conseguiu contornar as acusações e foi morto em 1933.

2 - Wilhelm Gutberlet

Conhecido como detector de judeus, ele conheceu o líder nazista logo após a Primeira Guerra Mundial. Além de utilizar um pêndulo capaz de identificar pessoas com origens judaicas, Gutberlet foi responsável pelas propagandas do partido. A chegada ao poder em 1933 também marcou a entrada de Goebbels como Ministro da Propaganda. Wilhelm permaneceu ao lado de Hitler até o fim da guerra.

3 - Karl Ernst Kraff

As utilidades de um vidente em um período de guerra são incontáveis. Imagine prever ataques, mudanças de clima, escassez de alimentos — é provável que Hitler tenha pensado nisso ao contratar Karl. Tudo começou quando o sensitivo enviou uma carta a um amigo ligado à cúpula de comando nazista informando que a vida do adorado líder correria risco se ele fizesse aparições em público entre 8 e 10 de novembro de 1939. Eis que uma bomba explodiu em um atentado no dia 8, e o partido resolveu contratá-lo para ajudar no projeto de dominação do mundo.

4 - Dietrich Eckart

Dentre os muitos apoios que o movimento teve em sua escalada, o dos ocultistas da Sociedade Thule foram de grande importância. Com um bom poder aquisitivo somado à capacidade de converter pessoas, os integrantes do grupo foram capazes de conquistar muitas pessoas para o movimento de segregação. Isso porque afirmavam que a raça ariana era superior, o que logo se espalhou com Hitler. Eckart foi um dos líderes ocultistas responsáveis por propagar que os arianos produziriam um messias branco. Não contente com isso, afirmou que o líder alemão levaria o povo à terra prometida, sendo o grande salvador da nação.

5 - Hanns Horbiger

Um dos meios de espalhar suas intenções por todo o povo foi refutar e apagar conceitos que fossem contrários aos que o partido nazista pregava. Diversos livros foram banidos e queimados, intelectuais perseguidos e mortos, informações falsas disseminadas com a limpeza na literatura. Com isso, teorias absurdas surgiram e se espalharam com facilidade. Horbiger afirmava que o Universo e a Lua eram feitos de maciços blocos de gelo, Isaac Newton era um bobalhão, e a Teoria da Gravidade estava errada. Até um planetário foi construído para que ele pudesse provar suas teorias. Só faltou dizer que a Terra era plana.

6 - Ludwig Staniak

Os adversários estavam descobrindo as posições dos navios alemães; mas como isso era possível? Eles tinham um meio de comunicação impenetrável, não existiam espiões (pelo menos não muitos); logo, só havia uma resposta lógica: médiuns britânicos utilizando pêndulos revelavam a localização das embarcações. Inclusive, foi colocado em um relatório que fontes confiáveis fizeram tal afirmação. O contra-ataque? Criar a própria divisão de balançadores de pêndulos. Ludwig era um dos membros e conseguiu encontrar um navio de batalha.

7 - Wilhelm Wulff

Durante muito tempo, astronomia e astrologia andaram juntas, como uma ciência única. Com a chegada da era das comprovações científicas, a astrologia passou a ser mais uma crença, mesmo com seu forte ressurgimento nas últimas décadas. Para Himmler, um dos principais generais do exército nazista, ela era tão poderosa que não poderia ser discutida livremente, por isso ele proibiu os estudos. No entanto, contratou Wullf para ser seu astrólogo pessoal — ele o consultava inclusive antes das grandes batalhas. A título de curiosidade, Himmler era de Libra.

8 - Karl Wiligut

Himmler curtia uma galera estranha ao seu lado. Karl foi também um dos conselheiros do importante general e, como um dos seus legados, desenvolveu uma história inteira sobre a Alemanha, alegando que o estado-nação tinha mais de 230 mil anos, Jesus era alemão, e a Terra já teve três sóis.

9 - Karl Haushofer

Rudolf Hess foi um dos líderes nazistas que tinham seu próprio astrólogo. Mais um Karl nesta história. Haushofer sonhou que Rudolf traria a paz, mas o único jeito seria ir negociar pessoalmente no Reino Unido. Ao chegar à Escócia, o político foi preso e teve sua carreira encerrada.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.