Museu submerso no Atlântico servirá como galeria e recife artificial
532
Compartilhamentos

Museu submerso no Atlântico servirá como galeria e recife artificial

Último Vídeo

Museo Atlantico é o primeiro museu de arte contemporânea submerso da Europa e contará com diversas esculturas produzidas por Jason deClaires, escultor aclamado internacionalmente. A primeira fase da galeria já foi finalizada e deve ser aberta ao público agora no fim do mês de fevereiro. Até dezembro de 2016, devem ser finalizadas as outras áreas do museu, que terá 10 galerias diferentes sob a água.

Para visitar o local, é preciso descer a 12 metros de profundidade nas águas perto da ilha Lanzarote, parte do arquipélago das Ilhas Canárias, que é uma região autônoma vinculada à Espanha e que fica localizada próximo da costa do Marrocos. O conceito do projeto é estabelecer um diálogo entre a arte e a natureza, através da criação de um recife de corais de grande escala que, ao mesmo tempo, é uma obra da engenhosidade humana.

Os materiais utilizados nas esculturas também respeitam o meio ambiente, tendo sido escolhidos por seu pH neutro, que não impacta na qualidade da água. Cimento naval desenvolvido especialmente para o museu, estruturas de aço inoxidável e vergalhões feitos de fibras de vidro trançado são a base utilizada nas obras. A localização das galerias também foi calculada meticulosamente para que a correnteza da região permita o desenvolvimento de colônias marinhas.

O papel do Museo Atlantico, no entanto, não é apenas servir para expor esculturas que serão modificadas pela própria natureza, mas fazer com que seus visitantes também reflitam sobre o papel que têm no mundo. Isso fica claro no teor das próprias estátuas, que representam refugiados com expressões desesperadas e turistas que tiram fotos do sofrimento alheio enquanto não levantam um dedo para oferecer ajuda.

Um homem coberto de cactos representa o modo como os refugiados do Oriente Médio são vistos por muitos atualmente, já que todos parecem querer distância deles, e um bote repleto de pessoas sem ter para onde ir é outra leitura da mesma situação.  O museu foi planejado para durar centenas de anos, e seus idealizadores esperam que esse diálogo a respeito das divisões da sociedade, tanto política quanto socialmente, se intensifique a partir das visitas ao local.

O que você achou das esculturas submersas do Museo Atlantico? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.