Beleza do futuro

31/10/2011 às 08:403 min de leitura

Fonte: Reprodução

Pode ser um pouco complicado imaginar como será o futuro daquela maquiagem que você usa todos os dias. Além das cores e tendências, muita coisa deve mudar nos próximos anos. Ainda que tudo pareça futurista demais, algumas dessas novas tecnologias são bastante plausíveis e podem tornar o seu dia a dia muito mais prático, eliminando algumas etapas.

Os usos da nanotecnologia podem ser muito mais incríveis do que pensávamos. Aos poucos as coisas vão ficando cada vez mais curiosas e o futuro começa a aparecer em cápsulas ou então em formas até então pouco convencionais. Você já parou pra pensar se o seu corpo exalasse perfume normalmente ou se a sua pele fosse capaz de conduzir eletricidade?

Fonte: swallowableparfum.com

O perfume em cápsulas já é um avanço incrível que você poderá experimentar dentro de pouco tempo. Desenvolvido pelos laboratórios da Lucy McRae, o perfume deve ser ingerido como se fosse um comprimido qualquer. Uma vez processado pelo seu organismo, a fragrância começa a ser exalada conforme o que você está fazendo.

Portanto, a intensidade do perfume pode variar bastante conforme a pessoa. O resultado muda de acordo com os seus níveis de estresse, temperatura, exercício e até mesmo quando há sinais de excitação sexual. Você saberá facilmente quando o perfume estiver ativado. Pequenas gotinhas douradas aparecerão na sua pele.

Pele digital

A evolução das pesquisas relacionadas ao corpo e todas as possibilidades parecem não ter barreiras. Prova disso é um estudo chamado “Digital Skins Body Atmospheres”. Desenvolvido por Nancy Tilbury, este é um projeto muito audacioso e um pouco assustador já que desenvolve partes da pele da própria pessoa para criar roupas.

[nznvideo]{@{iframe src="http://player.vimeo.com/video/9962212?title=0&byline=0&portrait=0" width="601" height="338" frameborder="0" webkitallowfullscreen="" allowfullscreen=""}@}{@{/iframe}@}[/nznvideo]

Assim como o perfume, o futuro previsto por Nancy terá vestidos exalados por quem os veste. Basta ingerir uma cápsula e aguardar a fumaça sair pelos seus poros. Funciona como se você estivesse envolta em uma nuvem criada pelo seu próprio corpo. A mesma lógica vale para a sua pele digital. Ela será capaz de emitir luz para os mais variados fins.

Outro tipo de “digitalização dos corpos” é a tatuagem eletro condutora criada pelos designers da BARE Conductive. Trata-se de uma tinta preta capaz de ativar LEDs na sua pele usando apenas uma pequena bateria de relógio posicionada em um ponto de sua escolha. Uma vez colada à sua pele, a bateria pode dar vida a qualquer coisa que for aproximada da linha preta na superfície da derme.

“Até que os olhos mudem de cor”

Você já ouviu isso em músicas, mas não imaginava que isso pudesse se tornar uma verdade prática. O projeto de Nancy Tilbury pretende tornar a canção algo possível. As alterações no corpo também prometem mudar a cor da íris de acordo com a sua vontade. Tudo isso é baseado no conceito de luzes ingeridas pelo corpo.

Fonte: Reprodução

A tinta criada pelo BARE Conductive pode ser combinada à maquiagem em LED criada pelo designer alemão Lulin Ding, que substitui a sombra pela luz nos cantos dos olhos. Assim você não precisará mais passar todos aqueles cabos da bateria. O seu corpo servirá como um belo condutor de energia para manter a sua maquiagem futurista sempre acesa.

Fonte: bareconductive.com

Apesar de não ser algo tão próximo dos olhos, a tecnologia envolvida nesse processo é comum a outro tipo de projeto igualmente ousado. Os designers Vanessa Harden e Tommaso Lanza criaram algo que pode eliminar completamente o teste em animais ou cobaias humanas. O Skin Paper nada mais é do que um papel desenvolvido a partir da pele de alguém.

Sua segunda pele

Além do perfume em cápsula, você pode ter uma segunda pele que usa cores e experiências sensoriais para causar um estado de bem estar relacionado aos aromas naturais. O “Smart Second Skin Dress” tem como objetivo compreender como você está e realmente fazer de tudo para que o seu corpo se sinta bem como resposta aos estímulos variados de cheiros e cores. De acordo com a criadora do projeto, Jenny Tillotson, “esta é uma extensão do seu sistema nervoso, porém externa”.

Fonte: smartsecondskin.com

O segredo dos cosméticos do futuro, até então, parece estar concentrado no poder da pele. Ainda assim, o último dos inventos já é acessível. Você já ouviu (ou até já provou) os famosos aliméticos. Combinar propriedades benéficas dos cosméticos ao que pode ser ingerido como um alimento ou até mesmo uma guloseima.

As grandes maisons também se pronunciam quando o assunto é o futuro dos cosméticos. Para a Dior, os resultados dos cosméticos do futuro serão muito próximos aos efeitos da medicina já existente, provocando um efeito jamais visto. A Chanel crê em uma base capaz de iluminar a pele de quem a usa de maneira a ajustar-se à umidade da pele. A Yves Saint Laurent prevê um esmalte que dure 15 dias sem qualquer dano à cobertura.

Infelizmente, todas essas maravilhas ainda estão em fase de testes ou então não passam de uma projeção bastante curiosa de como seria o futuro da beleza. Mesmo assim, nada impede que daqui cinquenta ou cem anos o mundo comece a usar e entender os cosméticos como acessórios da medicina. O jeito é esperar para ver.

Fonte
Imagem

Últimas novidades em Saúde/bem-estar

NOSSOS SITES

  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • Logo Mega Curioso
  • Logo Baixaki
  • Logo Click Jogos
  • Logo TecMundo

Pesquisas anteriores: